Após cinco anos desde seu último disco, o “Warrior” (2012), Kesha lançou nesta sexta-feira (11) o seu terceiro álbum de estúdio, o “Rainbow”. O comeback tão esperado pelos fãs marca o início de uma nova fase da cantora, que passou por momentos complicados durante os últimos anos devido a batalha judicial que travou contra Dr. Luke, seu produtor musical. Kesha alegava que o produtor teria abusado sexualmente e psicologicamente dela.

Com letras mais evoluídas, mensagens e elementos diferentes de tudo o que Kesha já havia feito, o álbum que possui 14 faixas é o mais verdadeiro da cantora. Confira o “Rainbow” na íntegra:

“Praying”, carro-chefe do álbum, foi lançado em 6 de Julho e desde lá a cantora não parou com a divulgação do seu novo projeto. Na semana seguinte, Kesha lançava mais uma prévia do álbum, a faixa “Woman”, que trouxe uma letra super empoderada e uma batida muito cativante. Além das faixas citadas acima, Kesha já havia liberado mais duas músicas que fariam parte do seu novo álbum, a faixa “Learn to Let It Go”, lançada no dia 27 de Julho, e “Hymn”, que foi apresentada ao vivo pela cantora durante uma live no YouTube.

Nesta quarta-feira (09), Kesha esteve no programa “Good Morning America” para apresentar “Praying” e acabou contando um pouco sobre o processo de criação do álbum. “É muito pessoal. Eu escrevi todas as músicas desde disco, elas são todas bem pessoais”, disse a cantora controlando o choro. Segundo Kesha, a faixa fala sobre passar por coisas difíceis e conseguir superar sem desistir e encontrar empatia no fim, o que considera ser bem difícil algumas vezes. “Acho que esse disco literalmente salvou a minha vida, espero que vocês gostem”, declarou.

Confira algumas performances de Kesha para o Youtube:

Leia também:
“PRAYING”: KESHA DIVULGA O PRIMEIRO CLIPE DO SEU NOVO ÁLBUM
KESHA LANÇA SEGUNDA FAIXA DO “RAINBOW”. VEM ESCUTAR “WOMAN”!