in

Ariana Grande desmente produtor e revela o real motivo de não se apresentar no Grammy 2019

Nesta quinta-feira (07), Ariana Grande resolveu se pronunciar depois de ver as notícias sobre os motivos que a levaram a desistir de se apresentar na cerimônia do Grammy, que acontece neste domingo (10). Através do Twitter, a cantora desmentiu o produtor Ken Ehrlich e disse que foi reprimida por ele. “Fiquei na minha, mas agora você está mentindo”, disparou Grande.

Tudo começou quando uma fonte anônima contou a Variety que ambos não entraram em um acordo na escolha das canções que ela iria cantar durante o evento, assim causado o cancelamento. Grande teria se sentido insultada pelos produtores, que se recusaram a deixá-la cantar “7 Rings”, single lançado recentemente. Ainda segundo o site, chegou-se a um acordo para que a faixa fosse incluída num medley com outros hits, mas mesmo assim, cantora se sentiu insatisfeita e acabou deixando o premiação.  

Durante a tarde de quinta-feira (07), a Associated Press publicou uma entrevista com Erhlich, em que ele afirma que após de mais de um mês de negociações, Ariana acabou desistindo da apresentação, pois percebeu que era tarde demais para a preparação de uma performance para a cerimônia do Grammy. “Eu não acho que Ariana vai se apresentar, não há tempo suficiente para fazer isso dar certo. Teria sido muito bom. Nós amaríamos tê-la de volta”, disse ele.

Neil Portnow, presidente do Grammy, estava mais esperançoso com o show de Ariana e disse:”Até domingo nós não sabemos como as coisas vão funcionar. Nós amamos Ariana… não sabemos exatamente o que será desse show até domingo”.

Ariana então resolveu ir até Twitter contar a sua versão sobre o que aconteceu, desmentindo o que o produtor disse. “Fiquei na minha, mas agora você está mentindo sobre mim. Posso preparar uma apresentação da noite para o dia e você sabe disso, Ken. Foi quando minha criatividade e expressão foram barradas por você que eu decidi não comparecer [à premiação]. Espero que o show seja exatamente o que você quer que seja e mais”, escreveu.

Em seguida, ela ainda deu a sua versão da história: “Eu ofereci três músicas diferentes. Trata-se de colaboração. De se sentir apoiada. É sobre arte e sinceridade. Não politicagem. Não favores ou jogos. É só um jogo, pessoal… E me desculpem, mas não é isso que a música representa para mim”.

Apesar de todo o desentendimento, a cantora disse ser grata pelo reconhecimento deste ano e esperar que todos entendam sua decisão. Durante seu desabafo, a musa ainda conseguiu achar uma ironia em toda a situação: “Passei por um ônibus com uma propaganda do Grammy com a minha cara enquanto escrevia isso”, tuitou.”Espero que isso ajude todos a entender minha decisão. Eu ainda estou grata pelo reconhecimento neste ano”, finalizou ela.

Vale lembrar que o ano passado o Grammy foi envolvido em uma polêmica por menosprezar mulheres. Além da maioria dos prêmios terem sido dado para homens, o Presidente da Academia, que é responsável pelo evento, deu uma declaração infeliz, culpando as próprias mulheres por isso. “Elas precisam dar um passo acima porque acho que seriam bem-vindas”, disse.

Nesta sexta (8), Ariana lançou seu quinto álbum de estúdio, intitulado de “thank u, next”, e que chega acompanhado com o clipe da faixa
“Break Up With Your Girlfriend, I’m Bored”, que conta com a participação do ator Charles Melton, de “Riverdale”, e promete ser mais um hit da cantora.



Escrita por Rayane Moura

22 anos, jornalista em formação e ama aquilo que faz.

O Casamento do Meu Melhor Amigo | Atores se reúnem 22 anos depois

Dupla The Funk lança “Nosso Segredinho” e parceria com Lary; ouça!