Com leveza, charme e consciência, Mac Miller tem algo a dizer em “Swimming”

Para quem não tinha muito a se “sextar” ou até para quem tinha, um adendo interessante foi o lançamento do novo álbum de Mac Miller. “Swimming” chegou ontem e retrata bem os sentimentos recentes do rapper americano.

Depois de ter terminado seu relacionamento com a cantora Ariana Grande e ter sofrido um acidente de carro por estar bêbado, o novo trabalho de Miller já retrata mais ou menos o que quer passar pela primeira faixa intitulada “Come Back to Earth”. Apesar de parecer soturno em algumas faixas, que soam como cartas de auto conhecimento para o próprio, o álbum não segue esse tom declinante. Os vícios e os problemas de Miller são retratados de forma bem “leve” pelo andamento sonoro que “Swimming” apresenta, uma onda bem light-going, sacolejante que faz seu pescocinho rebolar. A ótima “Ladders” representa bem o astral que o álbum representa.

Ao andar embaixo de uma fina chuva noturna, a trilha sonora de “Swimming” é bem convidativa a não retirar os fones do ouvido. Destaque também para as faixas “Perfecto”, “Hurt Feelings”, “Conversation Pt.1” e “Dunno”.

Nade (não literalmente, claro) por aí e acaricie seus fones e ouvidinhos. Ouça “Swimming” de Mac Miller: