Disney compra parte da Fox por quantia bilionária e “Os Simpsons” já sabiam desde 1998

0
104
Foto: Screen Rant

A The Walt Disney Company anunciou nesta quinta-feira (14) a compra de parte da 21th Century Fox, do magnata Rupert Murdoch. Essa fatia do bolo custou nada mais nada menos que US$ 52,4 bilhões para os estúdios Disney, que passa a ter controle sobre canais, franquias e séries de televisão que anteriormente estavam sobre domínio da Fox.

Com a transação, todos os heróis Marvel estão na mesma casa a partir de agora. A Disney, distribuidora de franquias como Os Vingadores, Homem-Aranha, Capitão América, Thor e Homem de Ferro em parceria com a Marvel Studios, agora passa a produzir também as franquias de sucesso X-Men, Deadpool e Quarteto Fantástico. As megaproduções do cinema e da televisão como Avatar, Alien e a série com mais de 20 temporadas, Os Simpsons, também foram para o lado Disney da força. 

Por falar em “Os Simpsons”, a série famosa no EUA e no mundo já “previu” o futuro e coisas como Lady Gaga como atração do Superbowl e a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos acabaram se tornando realidade assim como na animação. Dessa vez não foi diferente, em um episódio antigo da série um letreiro mostra o dizer “20th Century Fox – Uma Divisão de Walt Disney Co.”. E num é que se tornou realidade?! :O

Outra novidade é que junto com o pacote de canais, séries e franquias adquiridas pela Disney na negociação, a empresa também passa a controlar majoritariamente o serviço de streaming Hulu, um dos principais concorrentes do Netflix.

Mas, como nem tudo são flores, tem gente que não curtiu nada essa decisão entre as companhias. A influente organização de escritores e roteiristas chamada de “Writers Guild of America”, emitiu um comunicado dizendo que se opõem à união da Fox e Disney. Leia na íntegra:

“Em busca implacável para eliminar a competição, grandes negócios têm o apetite insaciável por consolidação. Disney e Fox passaram décadas lucrando com um oligopólio de seis dos maiores conglomerados de mídia, com grande controle da indústria de entretenimento, muito às custas de seus criadores, que controlam suas emissoras e operações de cinema. Agora, esta fusão proposta de dois rivais diretos fará com que tudo piore substancialmente, aumentando o poder de mercado de uma corporação que combina Disney e Fox. Preocupações com o direito de concorrência por conta deste acordo são óbvias e significativas. A Writers Guild of America West se opõe de forma severa contra essa fusão e vai trabalhar para garantir que as leis de concorrência sadia sejam aplicadas”.

Não dava para agradar a todo mundo, né? O que você achou dessa história? Conta pra gente nos comentários! 😀