in

Entrevista | Glória Groove fala sobre carreira, parcerias e influências

Daniel Garcia é Gloria Groove. A drag queen ficou famosa ainda no final de 2015, participando do programa Amor & Sexo, da Globo. Seu primeiro videoclipe “Dona” lançado no começo de 2016 conquistou o público com uma mensagem forte dentro da cultura drag e GG logo se uniu a nomes como Pabllo Vittar e Aretuza Lovi sendo as maiores representantes da cena que está em constante crescimento no Brasil.

Com um estilo único e uma voz incrível Glória Groove encantou os fãs cariocas na noite do dia 25 de Agosto como atração da festa Divina, e a Poltrona Vip conversou com a cantora antes do show.

Poltrona Vip: O seu álbum de estreia “O Proceder” foi lançado em fevereiro de 2017, há mais de um ano, você já esta pensando no próximo álbum?

GG: Com certeza, com certeza. Eu ainda não tenho o “aqué” pra fazer no ritmo Rihanna né, de lançar um álbum por ano, mas eu tenho muita paciência, acredito muito no que eu tô fazendo e eu tenho produzido coisas muito legais. Então quem sabe, eu ainda não defini nada, não sei se vão ser coisas single a single, se tudo isso vai ser um álbum mas eu tô produzindo coisas muito legais.

Poltrona Vip: Você dubladora e atriz. Você tem planos de fazer filmes, uma novela ou vai focar na carreira musical ?

GG: Eu não tenho exatamente um plano, não posso dizer que eu tenho um plano; eu tenho focadas todas as minhas forças em primeiramente me estabelecer no cenário musical, ainda é muito difícil a gente conseguir se colocar enquanto artista no mercado fonográfico, a gente é duvidada muita vezes por ser um artista drag, fato. Mas eu não anulo nenhuma das possibilidades, eu morro de vontade de fazer cinema, de voltar a atuar tanto como menino quanto como drag, fazer musical que é uma coisa que me levou a ser drag. Se eu pudesse, se eu tivesse tempo hábil estar cursando musical, mas claro que não da né. Tudo isso eu quero fazer, com certeza.

Poltrona Vip: Se pintasse convite pra fazer cinema, você iria?

GG: Com certeza, assim, claro vamos estudar isso aí, vamos ver como é que fica, vamos ver que tipo de espaço eu vou estar preenchendo, sabe? Se eu achar que faz jus ao que eu tô vivendo e vai agregar ao que eu estou fazendo nesse momento, como não? Eu sou apaixonada por isso

Poltrona Vip: A gente conversou com a Aretuza Lovi, ela acabou de lançar o “Mercadinho” e o titulo do álbum vem de uma frase que você escreveu e ficou na cabeça do público: “Ô Aretuza eu já passei no mercadinho”, como é que surgiu essa amizade, que segundo ela você, Pabllo e Lia formam o “Megazord” da cena, como e que surgiu essa amizade e as parcerias ?

GG: Ah Aretuzaa gente foi se conhecer de verdade e tipo virar irmã mesmo gravando Amor e e Sexo em novembro de 2015, aquela temporada que a gente participou lá atrás, e caramba né, é uma convivência muito forte, a gente ia pra Globo todo final de semana, passar o final de semana inteiro juntas trabalhando, a gente foi obrigada a se gostar, isso é verdade (risos). Mas caramba, eu amo essa bicha sim, a gente conseguiu se encontrar de um jeito legal e como é bom a gente poder agregar pra carreira das amigas também, tem duas composições minhas no álbum né, “Arrependida“, que ela gravou com a Sol Almeida e “Amor Mutante” são letras minhas e eu fico muito feliz de conseguir transbordar e ir pra além do que só eu faço porque eu realmente me inspiro e busco inspiração e conexão no que elas fazem também, elas são minhas referências né.

Ouça “Amor Mutante”

Poltrona Vip: Tirando vocês quatro, tem alguma drag não muito conhecida que seria muito legal se a galera conhecesse?

GG: Muitas, muitas! Tem a minha amiga da Penha, Sabrina Sister, tem a Maju Shanii, tem a Butantan, tem a Kaya Conky, tem a Mia Badgyal, tem as travas que tem que ser representadas e tem que ser mencionadas: tem a Mulher Pepita, tem a Linn da Quebrada, tem a Candy Mel, todas amigas, todas pessoas que eu amo e que merecem todo o reconhecimento e toda a admiração, mas se prepara porque nos próximos anos vai surgir muita drag fazendo musica eu tenho certeza.

Poltrona Vip: E parcerias e influências, quem você gostaria de fazer um feat?

GG: Eu gosto muito do trabalho do Rico Dalassam e da Flora Mattos, ainda não tivemos a oportunidade, mas eu gostaria muito de fazer um som com eles.

Poltrona Vip: O nome Glória Groove vem das iniciais da sua mãe, certo? Como é que se deu essa inspiração?

GG: Eu sempre levei muito minha mãe como referência principal de ser humano, porque eu não fui criado com a presença do meu pai e minha mãe sempre se mostrou aquela figura A Mulher forte, independente, que se vira em 300 pessoas e cantora né, uma profissão muito instável. Minha mãe trabalhou com a Gloria Gaynor uma vez, a mulher de “I Will Survive”, e eu lembro minha falando “Ah eu sou GG, ela é GG” e ficou na minha cabeça esse negócio de GG ser mulher e cantora, então veio daí primeiro.

Poltrona Vip: Pra finalizar, agora manda um recado pros seus fãs, que se inspiram em você

GG: Eu quero agradecer o carinho do Poltrona Vip pelo carinho, e quero falar pro pessoal do Rio que eu sempre tô aqui pra vocês, eu gosto muito de sentir que eu tenho uma família construída aqui e eu quero ta muito mais aqui, acho que a gente se vê pouquíssimo, quero vir muito mais.

Ouça “Bumbum de Ouro”

Escrita por LS Avlis

“Mulheres Ricas” ganhará nova temporada em 2019

Assista “High Hopes”, novo clipe do Panic! At the Disco