in ,

Entrevista | Projota lança álbum “Tributo aos sonhadores I” e conta todo processo de criação

Capa do álbum "Tributo aos sonhadores"

Dono no sucesso ”Muleque de Vila”, “Ela só quer paz”, e vários hits que ganhou o mundo, o  rapper Projota, que conta com mais de 1,3 bilhões de visualizações no Youtube, divulgou nesta sexta-feira (26), seu terceiro álbum de estúdio intitulado “Tributo aos sonhadores I”, que conta com oito faixas inéditas e dois videoclipes. Em entrevista ele fala de todo o processo para essa realização e toda a sua trajetória para chegar até onde chegou.

O novo álbum é totalmente autobiográfico, onde o cantor narra toda a sua história – pobreza, racismo, críticas -, e conquistas ao longo de todos esses anos. A música “Celta Vermelho”, que é a primeira faixa do álbum e já conta com um clipe, narra a história dos seus pais, a infância do cantor e a primeira conquista do rapper: Comprar um Celta. “Sem ar e sem direção, parcelado em 60 vezes”, conta ele na letra da música

“O diferencial do disco é que ele foi produzido por mim, depois de muito tempo eu voltei a produzir o meu disco. E isso tem sido muito especial e eu to muito orgulhoso”, conta o cantor para o Poltrona Vip.

Em entrevista, o artista conta sobre as dificuldades que enfrentou para chegar onde ele está agora, servindo de inspiração para outros que também tem esse sonho. E isso explica muito o nome do álbum “Tributo aos sonhadores”, trazendo músicas que mostram que você é capaz, que você precisa sonhar. “Eu vim da periferia, eu não tinha nada na vida, cortavam minha luz todo mês. E eu cheguei até aqui e existem vários exemplos, gente que é vencedor. E eu coloco isso nas minhas músicas e tem gente que se identifica.”

A escolha de dividir o álbum, o cantor explica que a ideia inicial era fazer somente uma coisa só, porém ele estava escrevendo muita música – que ele queria que fossem lançadas,  porque esse era o momento e, não depois. Quando ele viu que já tinha mais de 16 músicas, logo pensou em lançar uma Mixtape, porém, junto com seus produtores, tiveram a ideia de dividir em duas parte. “Eu tinha mais músicas, mais coisas para falar, mais histórias.

Entre as parcerias presentes estão: Luccas Carlos, Coruja BC1, Muzzike e Vitão, com a música “Sei lá”,  que também foi presenteada com um videoclipe. Com uma pegada mais romântica, a música fala sobre a história de um casal que está separados e conta com a sorte para se reencontraram, todo o arranjo foi feito somente na voz e violão.

Entre as músicas presentes estão: “Disco Voador”, “Fora da Lei”,DejaVu”, “Numa Esquina do Universo”, “Mais uma Briga no Bar” e “Perto do céu”, música dedicada ao seu ídolo Chorão do Charlie Brown Jr. O cantor sempre foi fã, conheceu o Chorão 10 dias antes dele falecer e os dois planejavam fazer música juntos. “Foi um encontro de almas”, conta o cantor. “Os jovens precisam de um ídolo, saudade Chorão”, conta parte da letra “Astronauta” do álbum Foco, força e fé.

Projota conta que todas essas parcerias, tanto da primeira parte, como da segunda, foi um processo bastante importante para a construção do álbum. Ele tem uma grande admiração pela nova geração, que está chegando e cada vez ganhando mais espaço. “Tem muita gente boa nessa nova geração, e são elas que me  fazem querer fazer música. Eu sou fã do MV Bill, Racionais, e porque eu não posso ser fã da nova geração, eu sou fã, admiro o trabalho deles, são músicas que eu escuto no meu carro, em casa e que me dá vontade de fazer música, eles tem uma garra que me inspira”.

O cantor ainda revela que para a segunda parte de “Tributo aos sonhadores”, as músicas já estão prontas, com mais mensagem de vida, outras grandes parcerias, sobre a paz que ele tanto buscou e encontrou e mais rimas pesadas – porém, no estilo Projota -, como ele mesmo gosta de deixar claro. “O dia que eu comecei a escrever esse disco, eu fui tocado por Deus, real. Eu não tenho religião, mas acredito em Deus, e ele falou comigo no dia. Eu escrevi 11 musicas em 6 dias, foi surreal.

As músicas já estão disponíveis em todas as plataformas digitais. Confira!



Escrita por Eloisa Ribeiro

22 anos. Estudante de Jornalismo.

Tudo que Sonhamos | UM44K lançam clipe de “Combate”

“Matriz” | Após 5 anos Pitty lança o seu novo álbum