Guardiões da Galáxia vol. 3 tem produção suspendida por tempo indeterminado

 

Com a demissão de James Gunn, ex-diretor de Guardiões da Galáxia vol. 1 e 2, a Disney decidiu suspender a produção do longa por tempo indeterminado. Membros da equipe foram dispensados e estão livres para trabalhar em outros projetos. A informação é do THR.

Segundo o site, a Marvel está procurando por um novo diretor e repensando o projeto. O longa começaria a ser filmado no início de 2019 e era previsto para o começo de 2020.

A polêmica envolvendo o antigo diretor começou após tweets antigos do cineasta virem à tona — na maioria deles, as piadas eram ofensivas sobre temas como estupro, pedofilia e AIDS. Muitos membros da equipe e elenco defenderam Gunn dado o tempo em que os tweets foram feitos. O elenco fez uma carta aberta defendendo o diretor.

A Disney, por sua vez, pensa de maneira diferente na maneira de lidar com situações como a de James Gunn. O normal para este uma situação dessa é de tolerância zero.

Não se sabe se o roteiro escrito por James Gunn será mantido para Guardiões da Galáxia Vol. 3, ou se vão procurar por um novo roteirista.