Ludmilla ganha processo judicial antirracista contra Val Marchiori

Foi hoje! A socialite Val Marchiori finalmente foi condenada a pagar uma indenização no valor de R$10 mil para a cantora Ludmilla. Val fez um comentário racista sobre o cabelo da artista no carnaval de 2016, quando Lud estreou no sambódromo como musa no Salgueiro. A 3ª Vara Cível do Fórum Regional da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, decidiu nesta quarta (6) em favor da carioca, mas a apresentadora pretende recorrer.

Val cobriu o carnaval do ano retrasado em um programa para o canal da RedeTv! e comentou o figurino da seguinte maneira: “A fantasia está bonita ao meu ver, a maquiagem (também)… agora, o cabelo… Hello! Esse cabelo dela está parecendo um Bombril gente!”. Mas, por meio da assessoria, a loira declarou estar surpresa com o veredito, já que não considerou a fala com cunho preconceituoso. E, ainda, Marchiori enfatizou manifestar apenas liberdade de expressão.

Confira o vídeo:

“A decisão foi recebida com surpresa, já que não houve de minha parte qualquer comentário racista. Não sou e nunca fui racista e aguardo, serenamente, que a decisão seja revista no recurso que já está sendo preparado pelo meu advogado”, declarou a comentarista. Já de acordo com a juíza Mariana Moreira Tangari Baptista:

“O comentário feito por ela (Val Marchiori) não teve nenhum conteúdo jornalístico, informativo e útil para os telespectadores. Na verdade, foi um comentário depreciativo e racista, apto a causar dano moral à autora”. Além de destacar o teor pejorativo do discurso, a sentença reitera: “a liberdade de expressão deve ser exercida com responsabilidade, respeitando outros direitos constitucionalmente tutelados, notadamente o da dignidade da pessoa humana” – lindíssima, condenou tudo. Esperamos que a justiça seja feita, não é mesmo? Racistas não passarão, mas pagarão bem caro.

Ludmilla já teria entrado com um processo judicial poucos dias depois do comentário. A artista pediu uma indenização de R$300mil por injúria racial. Quando a polêmica surgiu, Val falou no Instagram sobre ter feito uma crítica ao penteado, que, na verdade, não era o cabelo real da cantora e, sim, uma peruca. Assim, a socialite defende-se novamente alegando não ser racista. Já Lud fez um apelo emocionado nas redes sociais. Confira:

“Depois do desfile muitas pessoas me enviaram um vídeo de uma pessoa, que apresentava um programa ao vivo na TV, falando que meu cabelo parecia Bombril. Eu fiquei muito triste quando vi o vídeo, mas curti o restante da minha noite de ontem tranquila e com sensação de dever cumprido, após o desfile da minha escola maravilhosa que arrasou na avenida. Hoje, ao viajar pro Pará para fazer um show, vim refletindo no avião. Quem é essa pessoa? O que eu fiz pra ela? O que ela fez para chegar onde ela está? E vi que não valia a pena ficar com raiva dela, nem bater boca nas redes sociais. Tenho consciência de tudo que passei para chegar aqui, vim de baixo SIM, mas lutei MUITO para chegar onde estou e o mais importante, com um trabalho digno e honesto e com o apoio de toda a minha família e amigos, que tenho orgulho de tê-los comigo sempre! Tenho muito orgulho da minha raça e não vai ser qualquer pessoa que vai me colocar para baixo por puro preconceito. SER CHIQUE É TER VALOR E NÃO PREÇO. Muito obrigada a todos que responderam em minha defesa”.

Lud, lindíssima, você chegou bagunçando esses racistas mesmo. Din din din, vai pagar para a Lud sim…