MTV Brasil retoma o Acústico MTV após oito anos

Projeto retorna em 2019 e será semestral

Após um hiato de oito anos, o canal MTV Brasil quer retornar com Acústico MTV, um dos projetos mais queridos da emissora. Arnaldo Antunes foi o último artista a participar da última edição brasileira, gravada em 2011. Na época, o canal era operado pelo grupo Abril. Desde seu reposicionamento em 2013 a MTV tupiniquim está sob gestão da Viacom.

A mudança de gestão da MTV ocasionou no cancelamento de diversos programas. Hoje, a emissora, que continua com foco em música, exibe videoclipes durante 12 horas diárias de sua programação. Entretanto, o excesso de reality shows de pegação fez com que o público enxergasse o canal de forma diferente. O anúncio da retomada do Acústico MTV faz parte do reposicionamento da marca no país.

Tiago Worcman, vice-presidente de Programação e Conteúdo da MTV Brasil e América Latina, disse que o MTV Hits, um dos carros-chefes da programação, que exibe música das 17h30 às 20h, todos os dias, é uma prova de que o conteúdo musical continua forte na emissora. “O Acústico nunca deixou de ser um produto da MTV. Esse ano a gente já fez um no México e um na Argentina, e eu acho que no Brasil precisou esse momento da MTV de construção, ao longo de cinco anos, para o mercado entender que é interessante o Acústico, tanto para as gravadoras como para a audiência. Acredito que agora estamos prontos pra voltar com esse produto“, explicou. Ele também citou o MIAW, que faz parte da programação anual, como um produto musical essencial.

O PROGRAMA

Se antigamente, o Acústico MTV era uma exibição mais intimista de shows, ficará ainda mais pessoal: a intenção do canal é fazer um formato de documentário, expondo todo o processo de criação do evento, produção, bastidores e execução até chegar na apresentação dos artistas.

A ideia é a gente ter um artista, no máximo dois por ano, porque a gente entende que o Acústico é um momento especial na carreira do artista. Ele tem que estar de alguma maneira querendo e preparado para apresentar de uma maneira diferente da trajetória musical dele. Então, não é que a gente vai ter isso todo trimestre, porque a gente precisa encontrar o artista certo, na hora certa da carreira dele para fazer esse Acústico“, esclareceu Tiago. Ainda não sabemos quais nomes estão cotados para o projeto, mas ele garantiu que a ideia é convidar pessoas que possam chamar a atenção para um público jovem.