Muita energia positiva no show do Imagine Dragons no Rio de Janeiro

A banda americana Imagine Dragons realizou no Rio de Janeiro nesta quinta (22) o primeiro show da “Evolve World Tour” no Brasil. Somando com a “Night Visions Tour” (2015) e “Smoke and Mirrors Tour” (2016), esta é a terceira vez que os rapazes se apresentam no país. Dando continuidade às apresentações em terras brasileiras, os meninos ainda se apresentam em São Paulo neste sábado, 24 de Março, no Lollapalooza.

Com uma setlist que reúne tanto músicas do “Evolve”, álbum mais recente lançado no ano passado, quanto dos dois anteriores, a banda mostrou o por quê de ser tão adorada pelos fãs. Muito carismático, Dan Reynolds, o vocalista da ID, não perdia a chance de dizer o quanto ama o Brasil e interagir com o público, que berrava – literalmente! – o nome da banda e as canções interpretadas na noite de ontem.

Haviam certos momentos em que Reynolds só parava e admirava a plateia. Era lindo porque dava para ver o amor que ele deposita nos shows e nos seus fãs. Não podemos deixar de falar também de Daniel Wayne, Ben McKee e Dan Platzman que tocam MUITO e contribuem – tanto quanto Daniel, não esqueçam disso! – para que os shows sejam memoráveis.

De momentos especiais acho que os fãs estão cheios, mas irei destacar apenas um: A hora em que Dan chama um garotinho ao palco para dar um abraço. O show estava rolando e entre uma música e outra o vocalista vê no meio da plateia um cartaz dizendo que aquele garoto estava fazendo aniversário e queria subir no palco para tirar uma foto. Não deu outra! Dan não só chamou a criança, mas pegou ele no colo e ainda puxou um Happy Birthday. Foi Lindo!

O show é cheio de pontos altos que não se parecem nem um pouco com os outros. Eram lasers, jogos de luz, fumaça, animações no telão e mais dezenas de coisas que faziam cada número um espetáculo individual. Quando chegou a parte de “Gold”, por exemplo, tudo ficou meio amarelado/alaranjado, já em “Radioactive” tudo ficou mais avermelhado e com uma energia incrível. Aliás, o show era feito também de uma energia muito boa. Energia essa que é tradição nos shows da Imagine Dragons.

A Imagine Dragons é aquele exemplo de banda que não importa qual show, qual turnê ou festival, eles sempre se saem muito bem. É algo que cresce, eles estão em constante evolução na maneira que compõem, que fazem suas turnês, que se apresentam em premiações. A sonoridade dos caras é algo que dá muita paz. E não falo isso só das músicas mais lentas não! Eles conseguem trazer um sentimento bom, uma energia contagiante, até nas músicas mais agitadas. É um diferencial.

O público da banda não é feita só de adultos, haviam muitas crianças lá também. E não era aquela coisa de “Não teve com quem deixar e acabou levando”, as crianças conheciam as músicas! Elas cantavam junto, dançavam e aproveitavam o show junto dos seus pais. Não precisa nem ser fã para ver que Imagine Dragons, na verdade, não é uma banda… É uma família.

Esperamos que eles voltem mais vezes e que possamos acompanhar cada vez mais essa banda que faz a alegria dos seus fãs e vem conquistando cada vez mais pessoas através do seu trabalho.