Raymond Chow morre aos 91 anos

O produtor dos filmes de Kung Fu descobriu Bruce Lee, Jackie Chan e As Tartarugas Ninja

O produtor Raymond Chow faleceu desta sexta-feira (2), como anunciado pela imprensa de Hong Kong. O chinês foi entusiasta do gênero de artes marciais dentro do ambiente cinematográfico e foi responsável por introduzir diversos talentos à atuação. Dentre eles, os famosos atores Bruce Lee e Jackie Chan fizeram parte dos projetos do cineasta.

Reconhecido por “O Retorno do dragão” (1972), o filme “Operação dragão” (1973) foi o primeiro com a temática das artes marciais orientais gravado em Hollywood. Na ocasião, o longa foi produzido pelos estúdios da Warner Bros e rendeu US$ 40 milhões nas bilheterias. Depois da morte do recém astro de cinema Bruce Lee, “Drunken Master” (1978) e “O jovem mestre do Kung Fu” (1980), com Jackie Chan, deram continuidade ao trabalho do produtor.

A filha de Lee, Shannon Lee, tweetou uma homenagem no perfil gerenciado por ela e pela companhia da família. “Nossos sentimentos à família de Raymond Chow. Obrigada, Raymond, por dar a chance ao jovem Bruce Lee e ajudá-lo a realizar o sonho dele. Descanse em paz, Raymond”. Veja abaixo:

Após a sequência de sucessos, Chow entregou um grande sucesso de Chan, o filme “Arrebentando em Nova York” (1995). Em entrevista à Variety, o ator declarou no ano 2000: “O Sr. Chow me deu a chance de seguir meus sonhos”. Além de trazer os dois artistas à fama, o produtor esteve à frente das queridinhas “Tartarugas Ninja”

Mesmo rejeitadas por Hollywood, os quadrinhos e também desenho animado d’As Tartarugas se transformariam em um filme de ação produzido pelo chinês. “É muito estranho, muito original e muito interessante … Você tem que ser único nos dias de hoje para ser um grande sucesso”, declarou Raymond na época do projeto. 

A produtora de ChowGolden Harvestfez o último filme em 2003, sendo vendida quatro anos depois a um empresário do país.  Em 2011, o cineasta foi premiado no ‘Asian Film Award’, na categoria “Conjunto da Obra”.