RESENHA | A Escolha – Kiera Cass

0
1728

Quando as consequências falam mais alto que a intenção.

America é uma simples, uma artista que ama seu trabalho. Nada condizente com uma princesa. E ainda assim, é isso que America quer ser: a princesa de Iléa, esposa do príncipe Maxon. O problema é que essa decisão não depende apenas dela e ela vai ter que se esforçar pra convencer, não só Maxon, mas sua família e o povo de Iléa de que é a melhor escolha – e nem ela tem certeza de que é mesmo.

Claro que ela tem aliados – os rebeldes do Norte e a realeza italiana estão ansiosos para que ela seja a escolhida e, digamos a verdade, Maxon é caidinho por ela desde o início, mas isso não significa que ela é a única no coração do rapaz e muito menos em seu pensamento: como príncipe, ele precisa pensar no seu povo ainda mais do que em sua própria felicidade.

Como se já não bastasse tudo isso dentro do palácio, fora dos muros altos que o cercam, os sulistas andam cada vez mais violentos e a população já começa a ficar inquieta. A Seleção se torna mais e mais uma estratégia política do que um evento romântico. E não só as Selecionadas estão em risco, mas também suas famílias e toda sua casta. Ficar se torna em si, um ato extremamente perigoso.

E como esquecer Aspen, um refúgio e uma fortaleza no meio de tanta coisa? E eis que uma tragédia afeta America e todos aqueles que ela ama, alterando também o rumo dos acontecimentos.

Já estou cansada de elogiar a escrita leve de Cass. E ela mais uma vez nos encanta com uma mistura perfeita de dramas pessoais, críticas sociais, romance e desenvolvimento de personagens. Dessa vez, ela não só mantém todas as suas melhores características, como também acelera o ritmo da narrativa nos brindando com eventos ininterruptos, uma surpresa a cada página e um final emocionante.

Por Ludmilla Fadel 
Instagram: @ludifadel