RESENHA | O Aprendiz de Assassino – Robin Hobb

0
11

E se assassinato fosse um ato de heroísmo?

Fitz é um bastardo. Bastardo do Príncipe Herdeiro dos Seis Ducados, um reino quase parecido com todos os outros reinos que já vimos por aí, exceto pelo fato de que é governado por Talentosos. O que é o Talento? Uma força psíquica e mágica capaz de controlar, ler mentes ou enviar mensagens desde muito longe para amigos ou inimigos. E um poder que pode te matar.

Nesse mundo fantástico, os problemas podem ser bem mais reais do que se pode imaginar: as intrigas de corte e os preconceitos sobre seu nascimento, o nervosismo perante uma menina bonita e as aulas de escriba são os piores inimigos de Fitz, só um menino nesse primeiro volume (de três). Um menino comum, que gosta de brincar, e andar a cavalo e se conectar mentalmente com cachorros… Porque Fitz também tem um estranho poder, não muito apreciado no Reino que se chama Manha, um elo mental capaz de atingir qualquer animal. E que pode te transformar numa besta selvagem sem qualquer traço humano.

Robin Hobb constrói assim seu universo: elementos comuns que vão se desenvolvendo em algo fantástico e cada vez que cresce, fica mais perigoso. Essa lógica é aplicada tanto às situações quanto aos personagens. Nosso protagonista, como o título já mostra, será treinado nas artes do Assassinato. Não, não um guerreiro imponente com uma espada reluzente. Um assassino sutil, quase invisível, capaz das artimanhas mais baixas para alcançar seus objetivos e salvar o Reino. Buscando também nas contradições o desenvolvimento da narrativa, temos aqui uma história superficialmente óbvia, mas que com pequenas doses de surpresas, vai nos cativando entre o clichê e o novo.

Necessária especial atenção aos coadjuvantes. O texto vem do ponto de vista de Fitz, mas Bronco, o mestre de cavalos e pai adotivo de Fitz, Rei Sagaz e Príncipes Veracidade e Majestoso, Dama Paciência, Renda e Moli estão aí movendo cada pedacinho das intrigas e reviravoltas. E claro, temos Bobo. Aquele que “Não É Protagonista, Mas Sempre Rouba A Cena”! (Ele realmente merecia um título melhor que “bobo da corte”) Todos complexos, profundos e apaixonantes, são as relações deles com nosso menino que realmente movem a história – e a nossa curiosidade.

Como nem tudo é perfeito, a autora intercala muitos períodos de grandes acontecimentos, em ritmo acelerado, com algumas passagens bem mais lentas e por vezes quase chatas. Mas elas farão sentido lá na frente. Não desista. Vai valer a pena!

Titulo: O Aprendiz de Assassino
Autora: Robin Hobb
Série: Saga do Assassino/Farseer Trilogy #01
Editora: LeYa
Número de páginas: 416 páginas
ISBN: 9788580449983
Ano: 2014

Escrito por: Ludmilla Fadel (@ludmilla_fadel)