in

Após carta aberta, álbuns de Taylor Swift tem vendas puras removidas do iTunes; saiba mais!

A história de Taylor Swift vs. Big Machine ganhou mais um capítulo na madrugada desta segunda (1). Desta vez, os fãs foram os principais prejudicados, isso por que a gravadora retirou todas as vendas puras dos álbuns da cantora no iTunes.

+ Taylor Swift expõe Scooter Braun em carta aberta

Após ser vendida para Scooter Braun, a BMG, antiga gravadora de Taylor e que detém de todos os direitos das músicas da cantora até o “reputation” (que inclusive teve nome reescrito com R maiúsculo), resolveu “revender” os projetos. Ou seja, os fãs que tinham comprado os álbuns se depararam com todos a venda novamente como se nunca tivessem sido adquiridos. Eita!

Para ter os álbuns novamente de maneira legal, os fãs terão que realizar a compra mais uma vez, dando assim mais lucro para para Scooter Braun, que agora detém dos direitos de todos os seis álbuns anteriormente lançados por Taylor.

Desde que o texto foi publicado uma série de artistas, como Katy Perry, Halsey e Cara Delevigne, demostraram apoio à Taylor usando a hashtag “#WeStandWithTaylor” (#NósEstamosComTaylor), se pronunciando ou dando unfollow em Scooter.

Além disso, defendendo o Scooter, Justin Bieber foi às redes sociais para se explicar, se desculpar e pedir para que a cantora use da comunicação para resolver a situação, mas não foi muito bem recebido, uma vez que Lisa May usou do Twitter para contar uma série de histórias envolvendo o cantor e equipe. Sobrou até para Selena Gomez!

Ficaremos aqui aguardando mais capítulos de toda essa história!

Acusada de “estrelismo”, Anitta bate de frente com a produção do Villa Mix e realiza esclarecimentos

Di Ferrero e Solange Almeida são os primeiros finalistas do “Show dos Famosos”