Connect with us

Famosos

Após dizer que foi convidado para receber vacina, Carlinhos Maia é desmentido pelo Governo de Alagoas

Humorista confirmou que foi convidado a tomar primeira dose de vacina da COVID-19

Publicado

em

Carlinhos Maia se tornou, novamente, um dos nomes mais comentados nas redes sociais nesta segunda-feira (18). O humorista contou aos seguidores que declinou o convite de ser um dos primeiros a receber a primeira dose da vacina contra o coronavírus.

No entanto, a informação foi desmentida em comunicado oficial pelo governo do estado de Alagoas, que disse que a vacinação acontecerá conforme determinado pelo Ministério da Saúde.

“Me convidaram aqui no meu estado para ser um dos primeiros a tomar a vacina. Não acho justo com quem ficou em casa todo o esse tempo, não aceitei. Mas filmarei mesmo assim para incentivar ainda mais a vacinação dentro do público que me segue.”, escreveu Carlinhos. “Lembrando que a ideia, era pela divulgação, por que tem gente que ainda tem medo de tomar a vacina. Mas farei a divulgação mesmo assim.”, finalizou.

Prontamente, o Governo de Alagoas emitiu comunicado afirmando que todas as 71 mil doses da vacina começam a ser distribuídas nesta terça-feira e serão destinadas ao grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde. Sendo assim, são falsas as informações de convites para tomar a vacina antecipadamente.

“A Secretaria de Estado da Comunicação informa que as 71 mil doses de vacina que começam a ser aplicadas nesta terça-feira (19/01) serão destinadas exclusivamente ao grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde. Estão neste grupo os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à COVID-19, indígenas e idosos residentes em abrigos. Não procedem informações de convites feitos a qualquer cidadão fora deste grupo.”, escreveu o Governo de Alagoas.

Após ser desmentido pelo governo de Alagoas, o humorista não falou abertamente sobre o caso e apenas realizou um pequeno comentário na rede social. “Sobre a vacina, a ideia da campanha, era influenciar as pessoas, a tomarem.”, escreveu.

Trending