"Cruella" apresenta o nascimento da vilã embalado por um espetáculo de figurinos e de trilha sonora | Crítica | Poltrona Vip

Crítica de Filmes

“Cruella” apresenta o nascimento da vilã embalado por um espetáculo de figurinos e de trilha sonora | Crítica

Publicado

em

Depois de muita espera, o filme em live-action “Cruella” chegou aos cinemas e no Premier Access, do Disney+. A produção é responsável por contar a história da vilã vista de uma ótica jamais explorada e ainda desconhecida pelo público. O filme acompanha a personagem desde os primeiros anos de vida até o momento em que ela se torna algo próximo da Cruella das animações.

Assim como “Malévola”, “Cruella” leva o público para uma verdadeira viagem no tempo ao retratar o “nascimento” de uma das vilãs mais queridas da Disney. O público é apresentado a uma Cruella criança, que se chama Estella e desde pequena demonstra sinais de que terá um futuro bastante promissor na moda.

Após um acontecimento trágico, a pequena Estella foge e encontra Jasper e Horácio, com quem divide a vida de ali por diante. Os anos se passam e Estella, que é dona de muito talento e inteligência, chama logo a atenção da Baronesa Von Hellman (Emma Thompson) e consegue a tão sonhada chance de mudar de vida. No entanto, o relacionamento das duas e uma série de revelações libera na jovem o lado rebelde e faz com que se torne Cruella, além de que seja consumida por uma interminável sede de vingança.

Disney's Cruella | Official Trailer

Dirigido por Craig Gillespie (“Eu Tonya”), o longa conta com um roteiro muito bem alinhado e que consegue dar à personagem título doses perfeitas de tudo o que fez com que De Vil fosse um dos nomes mais queridos pelo público. É interessante assistir a trajetória e crescimento da personagem, que ao mesmo tempo ela ganha muita profundidade.

Sobre atuação das personagens principais, se um dia a escolha de Emma Stone para viver Cruella foi questionada, o filme mostra que a atriz foi desde o princípio a escolha perfeita. Stone foi impecável e conseguiu entregar uma personagem leve, carismática e ainda assim uma vilã incrível em que era impossível prever os próximos passos. A vencedora do Oscar mesclou a forte personalidade e trejeitos muito característicos de Cruella com um lado mais cômico e divertido e o resultado foi o melhor possível.

Além disso, a magia acontece quando misturamos Emma Stone e Emma Thompson em cena. Stone, com a responsabilidade de entregar a melhor vilã que poderia fazer e ao mesmo tempo dar a ela um lado humana, e Thompson, que é outro grande nome do cinema e vive uma personagem superpoderosa, confiante, famosa e que esconde um grande segredo. A química entre as duas transborda.

Como era de se esperar, o longa conta com looks deslumbrantes de tirar o fôlego e que reforçam para o público o grande talento de Cruella, além de toda a rebeldia da personagem. Não só os figurinos extravagantes de Cruella, mas até os mais singelos são impecáveis. E não era para menos, já que a responsável pelos trajes foi a duas vezes ganhadora do Oscar de Melhor Figurino Jenny Beavan (“Mad Max: Estrada da Fúria”, “Uma Janela para o Amor”).

Além do espetáculo de figurinos, o live action conta ainda com uma trilha sonora repleta de grandes clássicos que embalam a trama perfeitamente em todos os momentos e o torna ainda mais impecável. A soundtrack traz Queen, Blondie, Bee Gees, Nina Simone e The Doors, além de Florence + The Machine, que canta uma canção original, e tantos outros artistas.

Florence + the Machine - Call me Cruella (From "Cruella"/Official Lyric Video)

O live action é um dos mais recentes acertos da Disney e faz valer toda a espera por uma obra dedicada à vilã. Com um plot twist que irá surpreender o público, “Cruella” é uma obra para toda a família e traz um conjunto de cenas que comprovam o por quê da personagem ser tão querida. No entanto, se o intuito for encontrar a vilã das animações, o público pode se sentir um pouco decepcionado ao assistir “Cruella”, mas a proposta sempre foi dar mais profundidade à personagem e mostrar um outro lado dela.

Sobre a cena pós-créditos, só podemos dizer que os fãs irão ficar bastante felizes e entenderão a referência logo nos primeiros segundos. Além disso, a sequência dá margem não só para mais uma sequência de “Cruella”, mas para outros filmes do universo “101 Dálmatas”.

Agradecemos pela sua visita! Se gostou desta notícia, compartilhe com alguém que goste e nos ajude a chegar em mais pessoas. Acompanhe mais conteúdos exclusivos da Poltrona Vip no Twitter, Facebook e Instagram. Além disso, siga também no Google Notícias para não perder nada e se inscreva em nosso canal do Youtube.

Se você quiser falar com a gente para envio de pautas, anunciar ou comunicar algum erro em nossas matérias, mande email para contato@poltronavip.com e ficaremos felizes em te atender. Agora, se quiser fazer parte da nossa equipe de colaboradores, clique aqui para se inscrever.

Sair da versão mobile