in ,

Entrevista | Após mais de dois anos longe da música, Karollina volta repaginada e fala sobre “Mulher Bomba” single de retorno com Luana Monalisa

A artista também integrou o elenco de “Quando Toca o Sino” no Disney Channel.

Com mais de dois longos anos longe dos holofotes, Karol Ka voltou toda repaginada. Agora numa nova fase e também de visual novo, a cantora mudou o nome artístico para Karollina e promete muitas novidades para 2020. A artista conversou com o Poltrona Vip sobre tudo que irá rolar e contou até uma novidade exclusiva.

Karollina foi uma das protagonistas do filme “High School Musical – O Desafio” no Brasil e viajou o país inteiro com a banda. Além disso, a cantora também já foi um dos nomes que se tornaram promessa na gravadora Universal Music, logo após participar do reality show “Lucky Ladies” em 2015.

Como atriz, fez a primeira vilã no seriado infantil “Uma Escola Demais” para os canais “Now” da Claro TV e NET e antes de assumir o afastamento, lançou o single “Mexe o Bumbum” no canal Vaka Loka de Steven Cruz.

Para Karollina esse distanciamento do mercado fonográfico foi ótimo para amadurecimento como artista: “Foi um período de amadurecimento e preparação. Acredito que fazer um planejamento antes de agir é essencial para que o trabalho seja a altura do que sempre quis pra minha carreira. E também para que o público fique satisfeito e veja o que sempre esperaram ver.”, conta a cantora.

Sem medo de que possa prejudicá-la de alguma forma, a artista resolveu trocar de nome pela terceira vez. Agora com seu nome de batismo, ela acredita que as coisas possam dar ainda mais certo: “Meu nome sempre foi Karollina. Usava Karol Cândido nos trabalhos do Disney Channel, Karol Ka quando recebi um direcionamento, e agora voltei a minha essência como Karollina que é realmente o meu nome de batismo.”, disse Karollina.

A cantora lançou no último sábado (21) “Mulher Bomba”, que marca o seu retorno para o mercado fonográfico, ao lado da cantora baiana e jurada do “Shadow Brasil” no “Programa Raul Gil” Luana Monalisa. Assista.

“A Luana é minha amiga há muito tempo. Sempre admirei o trabalho dela e ela sempre fez questão de me apoiar. Então resolvemos fazer esse trabalho juntas.”, disse Karollina sobre o relacionamento com Luana.

Sobre o processo criativo do clipe de “Mulher Bomba”, a cantora que não foge de um desafio, participou até de uma explosão de verdade nas filmagens que teve direção de Arthur Moric e produzido pela Lagon Filmes.

“Recebemos o roteiro do diretor, achei super bacana. Ele pensou em fazer uma explosão real.  Eu achei incrível e abraçamos esta ideia mesmo sabendo da demora e dificuldades de colocar em prática este efeito especial. Foi um grande desafio encarar uma explosão real tão de perto. O barulho era altíssimo e o calor era intenso.”, conta a dona do hit “Selfie Colado”.

A cantora que foi figurinha repetida em reality shows como “Ídolos”, “The Voice Brasil”, “Fábrica de Estrelas”, “Lucky Ladies” e outros, comenta que em seu atual momento não participaria mais de qualquer competição. “Neste momento não participaria. Estou em uma fase diferente da minha carreira. Os propósitos estão claros e definidos, tudo voltado para a parte musical. Quero me dedicar aos shows e clipes.”, falou Karollina que completa sobre a nova fase na carreira.

“Está tudo sendo planejado e preparado com muito amor e dedicação. As músicas estão sendo escolhidas a dedo. Tem muita coisa boa pra ser lançada nos próximos meses.”, disse a cantora que também nos contou uma novidade exclusiva: “Iremos vir com um EP emocionante, novidade não vai faltar nesse ano de 2020.”, contou a ex Karol Ka.

Para Karollina o momento atual da música pop no Brasil é tudo que ela sempre sonhou. “Eu sou suspeita para falar, porque antes do pop chegar nesse estágio eu já estava fazendo isso. Agora creio que o mercado evoluiu para o que eu sempre sonhei! O mercado está aberto a novas possibilidades. E isso é muito bom, já que eu adoro algo diferente.”, finalizou ela, que como fã assumida já representou duas vezes Beyoncé na TV, no “Domingão do Faustão” e no extinto “Máquina da Fama“. Veja.

Se você gostou dessa entrevista e quer conhecer mais do trabalho da Karollina, clica aqui e siga-a nas redes sociais.

Empresário das Pussycat Dolls dá a entender que a turnê da girlband pode vir ao Brasil em 2020

Ariana Grande domina o Spotify e evidencia força na era do streaming