Connect with us

Entrevistas

Entrevista | Jojo Todynho lança remix do hit “Acordei Gostosa” e fala sobre a carreira: “Espero dar ânimo para as pessoas”

Publicado

em

jojo todynho

Fenômeno de popularidade nas redes sociais, Jojo Todynho pode ser considerada uma verdadeira show woman: canta, compõe, atua e impacta os quase 10 milhões de seguidores diariamente com discursos e conselhos cheios de amor próprio e opiniões fortes. 

Jojo nasceu em Bangu, bairro periférico localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O primeiro contato com a música foi na igreja, onde integrou corais. Ela começou a trabalhar ainda na adolescência e desempenhou funções como telefonista, faxineira e camelô. 

A estrela ganhou notoriedade no YouTube e no Facebook, onde viralizou com vídeos que falam sobre relacionamentos e a realidade da periferia. Com a grande repercussão dos posts, ela chamou a atenção do DJ Batata, com quem mantém, até hoje, uma parceria musical e empresarial. Em 2017, assinou contrato com a Universal Music e foi uma das estrelas de “Vai, Malandra”, clipe lançado por Anitta no fim daquele ano. 

O sucesso para o grande público veio em 2018 com “Que Tiro Foi Esse?”. A música foi o grande hit do carnaval daquele ano, rendeu diversos virais com personalidades famosas e já acumula 225 milhões de reproduções só no YouTube. Graças à febre da canção, Jojo se apresentou em países como Estados Unidos, Portugal, Inglaterra e Angola

Jojo Todynho (ou Jojo Maronttinni, como assina nas músicas) celebra a nova fase da carreira com o lançamento do remix do hit “Acordei Gostosa”. Após alcançar 11 milhões de visualizações no YouTube, a faixa ganhou uma versão “brega funk pisadinha” com as participações de Márcia Fellipe e Mila.  

O Poltrona Vip conversou com Jojo sobre “Acordei Gostosa” e outros temas que envolvem a carreira meteórica da funkeira. 

Poltrona Vip: Você está lançando um remix de “Acordei Gostosa” em ritmo de brega funk pisadinha. É um estilo muito presente nas suas playlists?

Jojo Todynho: Esse remix foi uma proposta da minha gravadora e do meu empresário. E tudo que eles traçam pra mim, na minha carreira, eu assino embaixo! 

PVIP: A nova versão de “Acordei Gostosa” conta com as participações de Márcia Fellipe e Mila. Por que você escolheu essas artistas?

JT: Também foi uma estratégia deles e eu adorei!

PVIP: “Acordei Gostosa” aborda a autoestima da mulher, tema recorrente nos seus discursos. Você considera uma missão do seu trabalho falar de empoderamento feminino?

JT: Não vejo nada como missão, seria muita pretensão minha. Eu sou desse jeito mesmo e gosto de falar o que penso sobre diversas situações do dia a dia e o povo se identifica com isso. Eu espero dar ânimo para as pessoas, mostrar que sempre tem uma saída e que a gente tem que fazer de tudo pra ser feliz nessa vida. 

PVIP: Como é a escolha das temáticas da suas músicas? São frutos de situações que você já viveu?

JT: Tudo que faço tem a mão da gravadora e do meu empresário, então é sempre uma decisão em conjunto. 

PVIP: Como é o seu processo na hora de produzir as músicas? Gosta de dar uns pitacos ou confia 100% na visão do DJ Batata?

JT: Isso é com o Batata! (risos) 

PVIP: Você é uma das figuras mais populares com memes. Na hora de divulgar uma música, isso ajuda ou desvia um pouco da atenção do seu trabalho?

JT: Não sei… 

PVIP: Dois anos se passaram desde o estouro do hit “Que Tiro Foi Esse”. Ainda existe alguma pressão a cada lançamento de emplacar outro sucesso à altura?

JT: Nada! Eu não sinto, não sofro e não deixo que nenhuma pressão me atinja. Simples assim. 

PVIP: Pra gente encerrar: a gente já sabe qual parte de “Que Tiro Foi Esse” mais mexe com você. Mas e em “Acordei Gostosa”, qual parte mais mexe com você?

JT: Acordar de manhã, olhar no espelho e gostar, muito, daquilo que eu vejo no reflexo! 

Publicidade:

Facebook

Twitter

Trending