Connect with us

Música

Entrevista | Junior Villa comenta sobre parceria com Gabi Martins em “Coladinho” e lançamento de EP

Publicado

em

JUNIOR VILLA COLADINHO

Promessa do sertanejo, o cantor Junior Villa lançou na última quarta-feira (02) o videoclipe da faixa “Coladinho”, que conta com a participação da cantora e Ex-BBB Gabi Martins. A produção já coleciona mais de 950 mil visualizações e também está disponível nas plataformas digitais.

“A gente se conheceu um dia antes da live e já começou a trocar ideia. Eu mostrei uma música que eu gostava muito e que eu ia gravar pro EP, ela gostou muito da música e aí eu convidei ela pra cantar junto e foi mais ou menos assim. Eu mostrei a música para ela, a gente ensaiou naquele dia, no outro dia já gravamos a música.”, conta o artista sobre a parceria. “Foi muito massa, foi bem leve a gente conseguiu ficar muito conectado junto.”, finalizou.

“Coladinho” é a primeira faixa divulgada do novo EP de Júnior Villa, que contará com canções que expressam ainda mais da personalidade do artista. O projeto contará com uma lista de músicas inéditas e que serão divulgadas nos próximos meses.

“É um EP com quatro músicas, dessas quatro músicas três são composições minhas. Inclusive, a que eu gravei com a Gabi é uma composição minha. E esse EP tem a minha cara desde do visual, a parte de vídeo, e também as músicas”, diz Junior. “E eu acho que é diferente no EP é que as músicas são sertanejas, né, mas tem lá suas pitadas de outros ritmos. Eu também gosto muito, faço essa mistura e vou misturar um pouquinho de tudo.”

Junior explicou irá lançar single por single até completar o EP, mas que depois de “Coladinho” irá demorar uns dois meses para divulgar a seguinte, pois quer trabalhar bastante a faixa. Villa garante ainda que não há uma regra ou cronograma previsto para que essas músicas cheguem a público. “A gente vai trabalhar a música principal desse EP, que é “Coladinho”, que foi lançada com a Gabi. Então, a gente vai trabalhar ela um pouco mais, vai dar mais atenção então é por isso que a gente vai esperar um pouquinho mais para lançar as outras.”, conta o artista.

Junior canta desde os 12 anos e conta que as grandes inspirações da carreira começaram a surgir quando entrou no Clube da Viola, um grupo músicos só de músicas raiz e clássicas do sertanejo. Sem uma inspiração muito específica, o artista ouve Gusttavo Lima, Luan Santana, que dividem o mesmo gênero, mas também diz que escuta muito Charlie Brown Jr, Armandinho e canções que o inspirem a levar elementos diferenciados para dentro do próprio trabalho.

“É um conjunto de artistas que você vai gostando e vai puxando pro seu lado, já traz desde a composição, já vem puxando um pouquinho mais pros outros ritmos e o sertanejo é isso, né? Ele cabe você estar colocando vários ritmos”, diz o artista, que completa citando o hit “Dona Maria”, sucesso de Thiago Brava em colaboração com Jorge, que faz dupla com Matheus. “É totalmente diferente, mas ficou conhecido como música sertaneja. Eu acho isso muito legal essa questão dessa área porque a gente fica totalmente livre para trabalhar qualquer estilo musical”, diz.

Sobre o processo e composição, Junior conta que tem o costume de se reunir com os amigos para compor, mas a chegada da pandemia alterou um pouco esta rotina fazendo com que começasse a fazer as letras sozinho ou até mesmo por transmissão remota. Além disso, o artista se viu obrigado a fazer adaptações na agenda devido a pandemia, mas não deixa de ver o lado positivo do momento.

“Tenho uma rotina de compor toda semana com amigos meus, a gente separava uns dois, três dias por semana e a gente ia compor, mas quando começou a pandemia eu continuei fazendo isso sozinho. Cheguei a compor por FaceTime. Hoje eu já tô até começando a encontrar o pessoal de novo para a gente estar compondo, mas a gente foi bem complicado. A gente estava com uma agenda de show bem massa para esse ano.”, diz o artista, que gravou um DVD no ano passado e ia rodar o Brasil com shows. “Tava tudo prontinho o ônibus tava pronto para pegar a estrada e aí aconteceu academia. Fiquei muito triste né mas também tem as coisas boas. A gente tava com a ideia de lançar uma música na pandemia, também trouxe coisas boas profissionalmente falando. A gente fez uma live que foi muito massa e serviu para as pessoas que tem curiosidade de saber de como seria meu show tem live lá para o pessoal poder assistir e tirar suas conclusões.”, completa.

Outro lado aspecto positivo que a pandemia trouxe para o artista foi o tempo de poder se dedicar à produção musical e aperceiçoar algo que antes não tinha tanto tempo de fazer por conta da rotina de shows, viagens e responsabilidades da carreira.

“Eu já tinha um home estúdio em casa onde eu já produzi algumas coisinhas. Enfim, mexer com a parte da produção musical e na pandemia eu consegui estudar muito, assim. Eu evoluí 300% do que eu entendia, do que eu mexia. Então, foi muito massa assim e já tô até pensando em futuramente assinar um trabalho como produtor musical e foi bom a quarentena porque como podia sair essa correria do dia a dia a gente tá sempre viajando, então, sobrava pouco tempo para ficar em casa aí e tirar um tempo isso toma muito tempo. Então, eu consegui não digo um talento né mas eu consegui estudar e aperfeiçoar demais assim essa questão de produção musical no estúdio foi mais significativo na quarentena pra mim.”, diz.

Para os próximos meses, Junior Villa prepara o restante dos lançamentos do EP e garante que serão músicas para cima, animadas e com uma vibe muito positiva. Animado com o projeto, Villa ainda diz que todas as canções terão uma vertente diferente e diz que se o público gostou da colaboração com a Gabi, irá gostar das demais.

“O sertanejo é muita sofrência, né? Eu sempre trabalho numa linha de música mais para cima, mais alto astral, mais animada, mais good vibes. Então, vai ter as próximas músicas desse mesmo EP e se a galera curtir essa música com a Gabi eu tenho certeza que eles vão curtir as outras, que as outras vem nessa mesma pegada de coisa boa, feliz, para cima e não na sofrência. Tudo que a galera não quer depois dessa pandemia é ficar na sofrência quer sair se divertir eu acho que vai ser muito legal esse trabalho aí com essa vibe positiva.”, finaliza.

Trending