Entrevista | Vanessa da Mata mescla gêneros e parcerias especiais no disco "Vem Doce" - Poltrona Vip

Entrevistas

Entrevista | Vanessa da Mata mescla gêneros e parcerias especiais no disco “Vem Doce”

Publicado

em

Foto: Priscila Prade

Vanessa da Mata presenteou os fãs nesta quarta-feira (08) com o aguardado disco “Vem Doce”, o sétimo da carreira. O projeto, que chega em todas as plataformas digitais em pleno Dia Internacional da Mulher, reúne 13 faixas e mescla diversos gêneros musicais, além de parcerias mais que especiais.

“Vem Doce” foi a faixa responsável por apresentar o projeto ao público. A canção contou com a parceria de Papatinho na produção e aguçou a curiosidade dos fãs para o projeto completo. A parceria do produtor, dono de hits ao lado de Anitta, Luísa Sonza e Pabllo Vittar, por exemplo, era apenas uma das várias que iriam compor o disco e trazer ao público canções bastante ricas em diversos pontos.

O sétimo disco de Vanessa une diferentes temáticas a um mar de gêneros musicais, como forró, MPB, piseiro, R&B, pop e trap, e também grandes parcerias, como L7nnon, Ana Carolina, João Gomes, Marcelo Camelo e muitos outros, que colaboraram seja na composição, ou emprestando a voz para algumas das faixas.

Ouça:

Mar de gêneros e referências 

Embora o “Vem Doce” misture diversos gêneros musicais, Vanessa não considera este o projeto da carreira mais rico sonoramente. A cantora relembra que o disco “Sim” (2007) também trouxe bastante experimentação. “Eu já tive o disco ‘Sim’, que ganhou o Grammy Latino de Melhor Disco Contemporâneo, ele tem também muita experimentação e a gente foi pra Jamaica, a gente gravou com Sly and Robbie, a gente gravou muito lá, tem Ben Harper, tem muitos convidados diferentes também.”, conta.

“Eu acho que acho que sempre foi assim e talvez nesse momento com os mais jovens, né? Não tendo uns caras da minha idade ou mais velhos, talvez por serem mais jovens, tenha mais essa ideia de ser mais abrangente nesse sentido, né? Mas eu não sei te dizer nisso porque isso pra mim é tão normal.”, complementa a artista, que ainda define o projeto: “Ele é novo no sentido de frescor, ele é ousado, é intransigente, mas ele não soa fora do que eu faria.”

Colaborações mais que especiais e trocas musicais 

Além dos mais diversos gêneros trabalhados em “Vem Doce”, o projeto ganha ainda mais força por conta das parcerias, que somaram ao projeto tanto nas composições, quanto vocalmente. “Fica Aqui” é uma composição de Vanessa e traz a parceria de L7nnon, o dono do hit “Ai, Preto”, e que deixa uma marca muito sua no trabalho. 

Vanessa conta que conheceu L7 em um show do João Gomes e a convite para trabalharem juntos surgiu de forma bastante rápida, assim como o resultado. “Foi muito simpático, muito querido. Ele mandou uma mensagem depois ‘Ah, estou aqui! Qualquer coisa que você quiser. Vamos fazer alguma coisa’ e eu falei ‘Nossa, mas agora! Vamos fazer uma parceria!’. Eu estava no estúdio já do Rio e aí ele foi ouvir e mostrei essa pra ele e ele falou ‘É essa mesmo. Vamos fazer essa’”, disse a artista, que revelou que o processo foi bem rápido, mas de uma troca muito proveitosa.

“Foi pro estúdio e foi muito gostoso. Foi rápido, ele é um menino rápido assim como eu de escrever na hora, de não ter essas travas que geralmente essas amarrações que deixa sofrendo dias você faz tem certeza daquilo é uma é uma certeza muito proveitosa, inclusive, pro artista porque também emburaca, como diz o carioca, que ela não fica lá no buraco tentando sair de si mesma, né? A coisa flui, né?”, completou a cantora. 

Outra faixa que também ganhou registro foi “Comentário a Respeito de John”, um dos clássicos do repertório de Belchior e que, agora, ganha uma versão na voz de Vanessa ao lado do cantor João Gomes. “É uma música de Belchior, né? Que é uma coisa mais linda ainda. Nós dois somos fãs, Belchior é da geração da minha mãe e acho de uma percepção brilhante assim da nova geração também entendê-lo porque é dos poucos compositores que eu acho que fincam o pé na brasilidade latino-americana e que fala do garoto desse lado nordestino cearense inteligente e forte assim sensível brasileiro”, disse a artista.

“Ele pra mim ele tem muita originalidade e o João também era muito fã. Quando eu perguntei pra ele ‘Você conhece tal música?’ ele ‘Lógico!’ e cantou inteira. Depois no estúdio a gente fazendo videoclipe eu comecei a cantar um aboio de Luiz Gonzaga da década de cinquenta e ele cantou inteira. É muito impressionante. Um menino muito culto. Tomara Deus que tenhamos mais por aí “, completou.

Turnê e planos para os próximos meses

Com o lançamento do novo disco da carreira, Vanessa já se prepara para levar as canções do projeto para os palcos de todo o Brasil. A série de espetáculos da Turnê Vem Doce começam em maio e já conta com datas no Ceará, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e a lista pode ser conferida no site oficial da artista.

“Próxima semana eu vou começar a ensaiar. Fico internada dentro de um estúdio que é o meu pavor, meu grande favor pra ensaiar, e pra ir pra estrada, que é o que eu adoro fazer. Eu adoro esse milagre de você cantar e as pessoas cantarem junto e fazer com que aquela letra caiba na vida delas e trazer isso todo mundo vestido desse estilo né? Dessa possibilidade de ver o mundo.”, disse a artista.

Além da turnê, Vanessa da Mata prepara ainda mais surpresas para os próximos meses, como a própria turnê e até mesmo novas músicas. “A única coisa que eu posso te prometer é que parada eu não estarei, mas eu gosto de tudo muito dinâmico. Eu sou dinâmica e eu não consigo lidar com o estático, essa coisa de ensaio, por exemplo, que é a mesma coisa de sempre eu não consigo lidar com isso pra mim tem uma comodidade quase que mortífera sabe de te trazer uma sensação de morte artística, isso me dá uma certa paúra. Então, eu trago os shows de certa forma sendo modificados, amadurecidos no restante da carreira muito mudados até o final. Essa dinâmica eu gosto muito.”, comentou.

“Eu acho que tem esse show novo e é realmente é um fato já temos ensaios, temos cenários, temos tudo pensado e dirigido pelo Jorge Farjalla e todas as todas as possibilidades de tanto músicas novas como como um show dinâmico, que vai mudando com o tempo.”, completa a artista.

• • •

Agradecemos pela sua visita! Se gostou desta notícia, compartilhe com alguém que goste e nos ajude a chegar em mais pessoas. Acompanhe mais conteúdos exclusivos da Poltrona Vip no Twitter, Facebook e Instagram. Além disso, siga também no Google Notícias para não perder nada e se inscreva em nosso canal do Youtube.

Se você quiser falar com a gente para envio de pautas, anunciar ou comunicar algum erro em nossas matérias, mande email para contato@poltronavip.com e ficaremos felizes em te atender. Agora, se quiser fazer parte da nossa equipe de colaboradores, clique aqui para se inscrever.

Em alta! 🔥

Sair da versão mobile