Connect with us

Música

Faixa a faixa | Central Dua Lipa comenta e mostra o desempenho do “Future Nostalgia” neste primeiro mês

Publicado

em

Imagem: Reproudução/Twitter
10. Good In Bed

Polêmica! Com essa faixa, Dua se mostra mais sensual mostrando que, assim como homens, mulheres também podem falar abertamente sobre sexo. A canção tem versos divertidos e ousados. Nós achamos que foi inspirada em “Doo-wop” de Lauryn Hill com um “quê” de Amy Winehouse tanto pela letra, quanto pelo instrumental com piano e baixo.

Se você escutar as músicas do CD em ordem, é possível perceber que essa é quase uma despedida do romantismo presente nas músicas anteriores. Ela teve o melhor desempenho no YouTube, sendo a primeira a ter 2,3 milhões de reproduções, mas ficou entre as menos tocadas no Spotify, com 15 milhões.

11. Boys Will Be Boys

A última faixa do álbum tem uma levada mais pop, mas conta com instrumental encorpado! Disfarçada em uma melodia angelical, com direito a coral infantil ao fundo, Dua Lipa traz uma crítica social à normalização do discurso machista. A letra comenta situações que as mulheres enfrentam no cotidiano em relação à violência e assédio, enquanto os garotos… Bem, eles continuam sendo só garotos.

Assim, se distanciando um pouco da proposta “divertida” do álbum, a música foi a menos reproduzida no Spotify (13 milhões de streams). Já no YouTube, a faixa reúne 1,3 milhão de reproduções.

Dua Lipa escolheu “Future Nostalgia” para iniciar e “Boys Will Be Boys” para encerrar o álbum porque são duas músicas empoderadoras, que mostram lados diferentes do feminismo, pauta muito defendida por ela. Com apenas 1 mês de lançamento, o novo álbum já conta com mais de 1.2 bilhão de streams no Spotify.

Dua Lipa preza por ser impecável e construiu todo um conceito a partir do nome –agora tatuado em seu braço – “Future Nostalgia”. Dessa forma, tudo se encaixa nessa ideia: os photoshoots, as maquiagens, as performances – agora feitas diretamente da cozinha de sua casa por causa do período de quarentena, seu cabelo com o preto natural por baixo e o loiro atual por cima e até a capa do álbum, com um carro futurístico e roupas do passado.

Falando em capa do álbum, vale a pena prestarmos atenção na grande lua cheia azul presente nela. Na astronomia, a lua azul não se refere à cor dela, mas a segunda lua cheia que aparece em um mesmo mês. Esse fenômeno geralmente ocorre a cada dois anos, uma no primeiro dia do mês e outra no último.

Já na astrologia, algo em que a Dua Lipa gosta muito, acredita-se que a lua cheia seja poderosa e sensitiva e que, durante este período ela, tenha o dobro de magnetismo e energia. Ou seja, é um momento de grandes emoções para as pessoas e este poder todo favorece a realização de sonhos sendo, também, o momento certo para fazer pedidos e agradecimentos, já que estaremos mais sensíveis para absorver e mandar boas energias. A próxima lua azul acontece nos dias 1 e 31 de outubro de 2020.

Nós da Central Dua Lipa Brasil podemos ser um pouco suspeitos pra falar, mas é inegável que Dua não veio para brincadeiras nessa nova era. O objetivo era se consolidar uma diva pop e conseguiu!

Agradecemos pela sua visita! Se gostou desta notícia, compartilhe com alguém que goste e nos ajude a chegar em mais pessoas. Acompanhe mais conteúdos exclusivos da Poltrona Vip no Twitter, Facebook e Instagram. Além disso, siga também no Google Notícias para não perder nada e se inscreva em nosso canal do Youtube.

Se você quiser falar com a gente para envio de pautas, anunciar ou comunicar algum erro em nossas matérias, mande email para [email protected] e ficaremos felizes em te atender. Agora, se quiser fazer parte da nossa equipe de colaboradores, clique aqui para se inscrever.

Páginas: 1 2 3 4

Trending