in

Família de roqueiros será atração musical na area vip do Rock in Rio

A banda Cristelo é formada por um menino de seis anos, que toca vários instrumentos, e seus pais.

Além do conforto e de uma visão privilegiada do palco, o público da área vip do Rock in Rio 2019, também poderá desfrutar de uma apresentação exclusiva com a banda Cristelo, durante todos os dias do festival.

Essa será a sétima vez consecutiva – quatro no Rio e duas, em Lisboa, Portugal –, que o casal, apaixonado por rock, Glaucio Cristelo (voz e piano) e Tay Cristelo (voz e violão) toca no evento. Esse ano, prometem uma surpresinha, a “cereja do bolo” segundo eles será a participação do seu filho Lucas Cristelo, de apenas seis anos, tocando piano, violino, bateria e cajón.

+ APÓS ANÚNCIO DE SEGUNDA TEMPORADA DE “VAI ANITTA”, CANTORA TERÁ PASSAGEM PELO ROCK IN RIO REGISTRADA PELA NETFLIX

“Sempre quis incorporar um belo piano de cauda à área vip, mas nunca pensei que essa ideia pudesse dar tão certo. Em todas as seis edições que participaram, eles proporcionaram momentos muito especiais ao evento”, comenta Roberto Medina, fundador do festival.

No local, que deve receber cerca de cinco mil convidados por noite, os músicos da banda Cristelo prometem não deixar ninguém parado. No repertório, estarão grandes sucessos que já passaram pelos palcos do festival, como “Clocks” do Coldplay, “Back to black” e “Valerie” de Amy Winehouse, também “Love of my life” do Queen, entre muitos outros sucessos.

+ IZA, ELZA SOARES E TITÃS OUTROS ARTISTAS GRAVAM “RITMO DA ALMA” QUE ENCERRARÁ O NOVO ESPAÇO DO ROCK IN RIO

“Esperamos ver os convidados cantando e participando do nosso show, como nos anos anteriores. Além das releituras, apresentaremos o nosso trabalho autoral, como as músicas ‘Num Olhar’ e ‘Beijos de Sal’”, diz o pianista, que conta com o renomado Marcos Maynard, ex-presidente da gravadora EMI, na direção artística do projeto.

Conheça todos os participantes de “A Fazenda 11” e saiba todos os detalhes da edição

Caso Von Richthofen | História irá ganhar dois filmes com pontos de vista de Suzane e de Daniel Cravinhos