in

Jão aquece o público com show grandioso e repleto de surpresas da SUPERTURNÊ no Rio de Janeiro

Jão/Redes Sociais

Após um adiamento e muita expectativa dos fãs, Jão finalmente apresentou a SUPERTURNÊ ao público do Rio de Janeiro no último sábado, 1. O show memorável de ingressos esgotados aconteceu na Praça da Apoteose, que comportou a estrutura e superprodução grandiosa da nova turnê do artista.

A convite da Universal Music, a Poltrona Vip esteve presente no espetáculo e experienciou uma noite repleta de muita música e surpresas. Cerca de 25 mil pessoas aguardavam ansiosamente para assistir ao artista, que vem realizando shows por todo o Brasil com a turnê aclamada do mais recente projeto da carreira e que reforçou a ansiedade de poder estar na cidade maravilhosa. “Eu estava contando nos dedos o dia que a gente ia aterrissar aqui, o dia que eu ia poder olhar pra cara e vocês e falar o quanto que eu amo cantar nessa cidade. Muito obrigado!”, disse Jão.

O repertório do show contou com cerca de 30 músicas e reuniu os maiores sucessos de Jão, assim como celebrou as quatro eras da trajetória do cantor. O espetáculo é dividido em atos e, assim como simboliza os discos do artista, cada um é inspirado em um dos elementos da natureza – terra, fogo, ar e água.

Antes de Jão pisar no palco, os fãs ganharam uma missão bastante especial: a de escolher qual música completaria a setlist da noite. O momento de interação com a plateia foi comandado por Francine Môh, uma das parceiras de palco do artista, que apareceu no telão e pediu para que o público gritasse para decidir entre “Me Beija com Raiva” e “Hotel San Diego”. O resultado seria revelado posteriormente durante o show. 

Jão iniciou o espetáculo no centro da grandiosa estrutura aos gritos do público e apresentou a sequência de “Escorpião”, “A Rua”, “Essa Eu Fiz Para o Nosso Amor” e “Doce”. O clássico “Imaturo” foi o que introduziu o próximo ato e “Sinais” deu o desfecho. Neste momento, Jão é puxado para o topo do telão e de lá continua com “A Última Noite”. O trecho “Uma noite no alto de um prédio vendo a cidade por cima” desenhou a estética do palco, que projetou um prédio onde o artista se apresentou do topo. De volta ao chão, “Acontece” e “Julho” foram as canções que continuaram esse set mais calmo. 

Em clima de festa, a próxima parte do show começou com “Santo”, “Idiota” e também trouxe a faixa escolhida pelos fãs, que foi “Me Beija com Raiva”. A comemoração continuou, literalmente, em “Meninos e Meninas”, onde um áudio levou os fãs para dezembro de 2013, num tal evento em que Jão conhece os “dois pares de olhos” que canta na música. O palco ganhou tons de rosa e azul, que faz referência às cores da comunidade bissexual, a qual o artista se identifica. 

Antes de finalizar o show, Jão deu aos fãs mais um presente ao fazer um grande anúncio deixando a noite ainda mais especial. “Supernova” chega no dia 11 de junho para somar ao “Super” e contará com oito faixas inéditas. E para deixar a noite ainda mais especial, o cantor e compositor apresentou para a plateia a faixa “Religião”, uma das inéditas do novo projeto.

Leia mais:
+ Jão anuncia “Supernova”, a parte final do álbum “Super”; veja a tracklist!

No ápice da animação e da euforia da plateia, já era a hora de dizer tchau. “Alinhamento Milenar”, uma das canções mais queridas pelos fãs do artista, foi a escolhida para a despedida de uma noite divertidíssima e cheia de boas energias. O público cantava a plenos pulmões, assim como fizeram durante todo o espetáculo, e Jão fez questão de passar por todos os cantos do palco para dar um tchauzinho e mandar beijos aos fãs. 

Com fogos de artifício, fogo, visuais bem trabalhados e trocas de look, o show repleto momentos marcantes leva os fãs a uma viagem pelo universo musical criado por Jão no lançamento de “Lobos” (2018) e que veio construindo até o “Super”. Nesta história, o público tem papel fundamental e o cantor faz questão de agradecer pelo carinho. “Eu só existo porque vocês se importam comigo”, disse o artista durante o espetáculo. A SUPERTURNÊ é bem mais que uma turnê de divulgação de um projeto, mas também a celebração de anos de uma carreira consistente e coerente construída com muito amor por Jão e recebida pelos fãs com o dobro de carinho. 

A presença de palco, carisma, energia e entrega de Jão não só nesta turnê, mas em cada projeto que embarca só demonstra o motivo dele ser um dos principais intérpretes da atualidade. Em tempos de músicas feitas para serem virais, o artista se desprende dessas amarras e busca se comunicar com a sua audiência de uma forma mais profunda, através de canções mais íntimas, com poesia e sentimento, além de personalidade, atitude e das referências que possui. A conexão não poderia ser melhor e se ouvir o repertório nas plataformas – onde ele é um verdadeiro sucesso, inclusive – já é ótimo, ao vivo a experiência é ainda mais primorosa. 

Nos próximos meses, Jão continua apresentando a SUPERTURNÊ pelo Brasil e se prepara para mais uma vez levar os fãs para o Allianz Parque, em São Paulo, em janeiro de 2025. Antes, o artista se apresenta ainda em alguns festivais, como o Rock In Rio 2024, onde é um dos headliners do Palco Mundo

Escrita por Otavio Pinheiro