Connect with us

Famosos

Justiça concede medida protetiva contra stalker que invadiu a casa de Katy Perry; entenda!

Publicado

em

ORLANDO BLOOM KATY PERRY DAISY DOVE

Katy Perry conseguiu uma medida protetiva contra um stalker que invadiu a residência da artista e está assediando a cantora e família, de acordo com informações o TMZ. O homem, identificado como William Terry, 38, pulou a cerca da casa da artista, em Beverly Hills, na semana passada.

Após pular a cerca da propriedade de Perry, onde a artista estava com a filha recém nascida, o William se recusou a sair até que foi detido pela segurança. No entanto, Katy diz que Terry já foi libertado e teme que ele volte, já que ele supostamente tentou entrar na casa no início de agosto, alegando que ela o convidou.

De acordo com médicos, acredita-se que Terry seja um morador de rua, mas foram feitas tentativas de cumprir a ordem de restrição temporária. O juiz concedeu para Katy, Orlando, Daisy Dove e ao filho de Orlando, Flynn, uma medida protetiva onde Terry deve ficar a 100 metros de todos eles até uma audiência no próximo mês.

Segundo novos documentos legais, obtidos pelo TMZ, William vem postando mensagens obscenas sobre Perry nas redes sociais há meses, além de diversas ameaças a Orlando Bloom. As mensagens estão na conta de Terry no Twitter desde dezembro de 2019. Elas incluem tweets marcados com #activeshooter, comentários sobre matar cachorros e policiais, ameaças de “quebrar o pescoço de Orlando Bloom” e desejar o filho de Orlando e com a antiga esposa, Miranda Kerr, morra.

O caso tomou as redes sociais e fãs da cantora comentaram sobre o assunto durante toda a tarde. Além disso, após terem conhecimento dos tweets onde Terry falava sobre “matar os cachorros”, os fãs levantaram a hipótese de que ele estaria por trás do sumiço de Mighty, um dos cachorros do casal que morreu em julho.

Trending