Connect with us

Música

“Teenage Dream” | Segundo álbum de Katy Perry completa 10 anos

Publicado

em

Katy Perry Teenage Dream 10 anos

Há 10 anos, no dia 24 de agosto de 2010, Katy Perry lançava o “Teenage Dream”. O segundo álbum de estúdio da cantora foi um grande marco não só para a carreira da norte-americana, como também para o mundo pop. Esta matéria irá relembrar um pouco do sucesso que foi a era, além de mostrar como o trabalho continua quebrando recordes e impactando a carreira de Katy até os dias de hoje.

A primeira menção ao projeto ocorreu em maio de 2009, em uma entrevista a Rolling Stone: “O segundo disco é muito importante para mim, pois creio que ele mostrará se eu tenho vocação para isto ou apenas tive sorte”. O disco começou a ser trabalhado no fim do mesmo ano, em outubro, e foi finalizado em abril do ano seguinte, contando com a produção de Max Martin, Greg Wells, Tricky Stewart, Benny Blanco, Dr. Luke e Stargate.

O título do álbum foi revelado em maio de 2010, poucos dias após o lançamento do lead-single, “California Gurls”. Em julho, Katy revelou a capa do disco, uma pintura feita pelo artista Will Cotton, através de uma live com o pintor que também é responsável pelas fotos do encarte.

No mesmo mês, Perry revelou também a tracklist do disco, com as 12 faixas que o integram. Na lista, temos os singles oficiais “California Gurls”, a faixa-título, “Firework”, “Last Friday Night (TGIF)”, “E.T.” e “The One That Got Away”. Também não podemos esquecer dos singles promocionais: “Not Like The Movies”, “Circle the Drain” e “Peacock”, que também conquistaram os fãs. O disco fica completo com as músicas “Who Am I Living For?”, “Pearl” e “Hummingbird Heartbeat”.

+ “Teenage Dream” | Como os singles impactaram a carreira de Katy Perry e o sucesso do álbum, que completa 10 anos

“Você é fundamental para minha existência, e eu nunca esquecerei disto. Faremos grandes coisas juntos — você espera, assiste e escuta. Eu espero que este CD cause uma fagulha nos fogos de artifícios de seus sonhos, não importa quais sejam seus obstáculos — seu puro e verdadeiro sonho de adolescente. Da minha nuvem de algodão doce da Califórnia. Ame o meu novo e melhorado trabalho.”, a artista em uma parte da dedicatória do projeto.

“Teenage Dream” tem certicação de oito vezes platina nos Estados Unidos pelas 8 milhões de cópias vendidas. No Reino Unido, o CD possui quatro platinas, totalizando 1,2 milhões de vendas. Mundialmente, o álbum já passou da marca de 19 milhões de vendas e acumula mais de 17 bilhões de streams globais.

O álbum alcançou o topo de 12 paradas diferentes, incluindo a Billboard 200, dos Estados Unidos, a Official Albums Chart, do Reino Unido, European Top 100 Albums, de 19 países da Europa, e ARIA Top 100 Albums Chart, da Austrália. Na Billboard 200, “Teenage Dream” faz parte de um seleto grupo de discos que passaram mais de 200 semanas no chart. Ao todo foram 238 semanas, que se convertidas resulta em quatro anos e meio.

Porém, se por um lado o sucesso comercial foi estrondoso, por outro a crítica especializada não o recebeu tão bem assim: o disco tem uma nota 52 no Metacritic com base em 19 críticas. “O restante de Teenage Dream é um pesadelo pop obsceno, com produtores de primeira linha fazendo fila para produzir alguns dos piores trabalhos de suas carreiras.”, disse a Slant Magazine em uma das críticas negativas.

Isso não impediu que o sucesso do “Teenage Dream” aumentasse cada vez mais, chegando a ser reconhecido até pela academia do Grammy Award – pelo menos para as indicações. O disco conseguiu ao todo sete nomeações a premiação, entre os anos de 2010 e 2011, incluindo as categorias de Álbum do Ano, Melhor Álbum Vocal de Pop e Gravação do Ano, esta última por “Firework”.

Nos charts temos vários recordes quebrados, como o de única artista viva a emplacar cinco singles de um mesmo álbum no topo da Billboard Hot 100. Com tal feito, Katy igualou o “Teenage Dream” ao álbum “Bad”, do Michael Jackson, os dois únicos discos até o dia de hoje a atingir tal feito. Com isso, Perry também é a única artista feminina a possuir o Billboard Spotlight Award.

Ainda na Billboard, a norte-americana ainda detem o recorde de maior número de semanas consecutivas no Top 10 da Billboard Hot 100, totalizando 69 semanas. Na Dance Club Songs, Katy fez história ao colocar sete faixas do álbum no topo do chart, os seis singles mais “Peacock”.

A artista ainda marcou a Mainstream Top 40 com “Last Friday Night (TGIF)”, ao registrar em uma semana 12.468 reproduções nas rádios, uma média de 95 plays por estação. Aah, ela quebrou seu próprio recorde duas vezes, porque anteriormente havia atingido 12.159 reproduções com “California Gurls” e quebrado com 12.330 plays de “E.T.”.

“California Dreams Tour” e o relançamento “Teenage Dream: The Complete Confection”

Além do bom desempenho comercial, Katy ainda promoveu o “Teenage Dream” com uma turnê mundial: a “California Dreams Tour”. Foram 127 shows entre fevereiro de 2011 e janeiro de 2012, passando pela Europa, Oceania, Ásia e Américas. Sucesso internacional, foram mais de 1 milhão de tickets vendidos, sendo a 16ª da lista de 2011 da Pollstar Top 25 Worldwide Tours, arrecadando mais de $59.5 milhões.

Numa crítica sobre a turnê, John Mitchell, da MTV News, disse: “Foi colorido, triunfante e a maneira perfeita de terminar um show pop quase perfeito […] ao contrário de muitos de suas contemporâneas do dance-pop (pense em Lady Gaga ou Britney Spears), Perry deixou a maior parte da dança para sua talentosa trupe de apoio, que foi apresentada individualmente durante os solos de canções populares relacionadas a doces.” .

Inclusive, foi com essa turnê que Katy Perry veio pela primeira vez a América do Sul, realizando três shows: um na Argentina e dois no Brasil. Aqui no país, a cantora participou do Rock in Rio 2011, se apresentando antes da Rihanna, e fez um show solo em São Paulo – que teve o maior público da turnê, com mais de 25 mil pessoas.

Em março de 2012, a artista anunciou o “Katy Perry: Part of Me”, longa que misturava um documentário autobiográfico com bastidores e performances da “California Dreams Tour”. O filme em 3D foi distribuído pela Paramount Pictures e contou com pré-estreias globais, com a presença de Katy, em Sydney, Londres e Rio de Janeiro, além dos Estados Unidos.

Também em março, Katy Perry relançou o álbum com o título “Teenage Dream: The Complete Confection”, com as inéditas “Part of Me”, “Wide Awake” e “Dressin Up”. As duas primeiras foram lançadas como singles para promover o álbum. Enquanto que “Part of Me” alcançou o topo da Billboard Hot 100, sendo o sexto número #1 da era “Teenage Dream”, “Wide Awake” teve seu pico em #2, finalizando a era com 8 singles no Top 3 do chart.

A nova versão contou ainda com as novas versões de “The One That Got Away” acústico, “E.T.” com Kanye West, “Last Friday Night (TGIF)” com Missy Elliott e um megamix com todas todos os singles do álbum original.

Trending