Connect with us

Famosos

Kylie Jenner perde título de bilionária e não atende Kris ao telefone

Publicado

em

kylie

Após matéria polêmica da Forbes, Kylie Jenner está furiosa com a situação e com a própria mãe, Kris Jenner, recusando todos os telefonemas. Em uma nova publicação, Kylie foi acusada de mentir em documentos fiscais e teve o título de bilionária retirado pela revista americana, que a nomeou a pessoa mais jovem a chegar neste patamar financeiro em 2018.

Donas de um império de moda e de um reality que há anos acompanha a vida das socialites, o “Keeping Up With The Kardashians”, a polêmica tomou uma proporção gigantesca e uma grande cobertura da mídia. Segundo a Insider, os níveis de tensão estão mais altos que nunca e que Kris está com medo de que a filha a demita da empresa. Já a Cosmopolitan afirma que as empresárias estão preocupadas que a repercussão afete a marca.

Resumindo o caso, Kylie estampou a capa da Forbes em 2018, que descreveu a empresária como a pessoa mais jovem a se tornar bilionária por conta própria. No entanto, na última sexta (29) uma nova publicação foi feita e a acusou de ter forjado declarações fiscais e mentido sobre o sucesso dos negócios com as empresas “Kylie Cosmetics” e “Kylie Skin”.

“Os arquivos escancaram um dos segredos mais bem-guardados da família: O negócio de Kylie é significativamente menor e menos rentável do que a família passou anos fazendo a indústria cosmética e os veículos de imprensa, incluindo a Forbes, acreditar”, dizia a reportagem de Madeline Berg e Chase Peterson-Withorn. “Baseado nessa nova informação, mais o impacto da Covid-19 no mercado de beleza e consumo, a Forbes agora acredita que Kylie Jenner, mesmo tendo lucrado cerca de US$ 340 milhões (R$ 1,8 bilhão) depois de impostos com a venda, não é mais uma bilionária”, completa.

De acordo com a Forbes, para comprovar os lucros em 2018 a família cedeu documentos que mostravam os lucros dos anos de 2016 a 2018, com valores entre US$ 307 a US$ 360 milhões por ano, cerca de R$ 1,6 a R$ 1,9 bilhão. No entanto, nos arquivos cedidos pela Coty, empresa que comprou 51% da Kylie Cosmetics, os valores seriam US$ 125 milhões (R$ 667 milhões) em 2018 e US$ 177 milhões (R$ 940 milhões) em 2017. Dessa forma, a revista deduziu que o valor seria menor do que o alegado em 2016, quando a marca foi chegou ao mercado.

No Twitter, Kylie se pronunciou dizendo que nunca pediu pelo título e que as declarações da matéria são imprecisas. “Eu pensei que este era um site respeitável. Tudo o que vejo são várias declarações imprecisas e suposições não comprovadas. Eu nunca pedi um título ou tentei mentir sobre meu caminho até lá.”, disse. ““Mesmo criando declarações fiscais que provavelmente foram falsificadas” é sua prova? então você apenas pensou que eles foram forjados? como na verdade o que estou lendo.”, completou citando uma parte da matéria da Forbes.

Trending