Connect with us

Música

Ludmilla deixa as redes sociais após ataques racistas

Publicado

em

Ludmilla desativou na última sexta-feira (18) todas as redes sociais, após ser vítima de racismo. A artista falou sobre a série de ataques que vinha recebendo frequentemente e repostou uma publicação de um fã-clube, que recolheu comentários maldosos direcionados à ela mesma.

“É daí pra pior, vocês não têm noção do que eu passo com essas pessoas, é 24 horas por dia de comentários racistas em todas as minhas postagens, mas eu estou tirando print de tudo por que isso é crime e vão pagar um por um”, escreveu a artista em um tweet.

O afastamento de Ludmilla das redes acontece no mesmo dia em que lançou o single “I Love You Too”, o primeiro do projeto “Numanice – Ao Vivo”. Em comunicado oficial, a assessoria de imprensa da artista explica os motivos para o distanciamento da cantora das redes.

“Durante o dia, a cantora já havia reclamado com sua equipe sobre os ataques racistas que vinha sofrendo chegando até a responder alguns tweets que diziam que ela responderia caso “jogassem casca de banana” entre outros insultos racistas e misóginos. Tais ataques vêm ocorrendo ao longo da carreira de Ludmilla que, como é sabido, vem se posicionando não só contra crimes de raça, mas também de gênero”, escreveu a assessoria em comunicado.

Após a dona de “Rainha da Favela” desativar as redes sociais, os fãs se mobilizaram no Twitter para demostrar apoio e solidariedade. A hashtag “Estamos com você Ludmilla” se tornou a mais comentada desde então e reúne mais de 26 mil tweets até o fechamento desta matéria.

Trending