in

“Marighella” ganha edição especial em formato de minissérie na Globo

Foto: Divulgação

Produção brasileira mais assistida nos cinemas em 2021, o filme “Marighella”, que marca a estreia de Wagner Moura como diretor, terá edição especial na TV Globo. A minissérie será exibida entre os dias 16 e 19, logo após o Big Brother Brasil, com cenas extras e exclusivas. Derivada do filme homônimo, a obra – uma coprodução com a Globo Filmes – retrata a história de um baiano que luta por seus ideais no período do regime militar, enquanto procura cumprir a promessa de encontrar o filho, de quem manteve distância para protegê-lo.  

Para Wagner, a exibição na TV aberta é um diferencial. “Marighella teve um público extraordinário para um filme lançado ainda durante a pandemia, mas nada se compara ao alcance da TV aberta. Durante, e mesmo depois do lançamento, nós nos esforçamos para que chegasse a lugares onde o cinema tradicionalmente não chega. Foram exibições em acampamentos, movimentos sociais, favelas e zonas rurais. Em quase todos esses lugares havia sinal de televisão”, recorda o diretor. 

Comandando um grupo de jovens revolucionários na década de 1960, Marighella (Seu Jorge) tenta divulgar sua luta contra a ditadura militar para o povo brasileiro, mas a censura descredita o movimento. Seu principal opositor é Lucio (Bruno Gagliasso), policial que o rotula de inimigo público #1 do país, e empreende uma verdadeira caçada ao personagem. 

“O Lúcio é a escória da história, um personagem que tem tudo que é mais odioso. Foi muito difícil fazer esse personagem, sofri muito, mas valeu a pena porque o filme mostra a importância de lutar, de resistir, e de entender o que nunca mais podemos voltar a ser”, destaca Gagliasso. 

Para além das cenas de ação que narram as atividades do grupo, a minissérie mostrará mais das relações afetivas entre os personagens. “Não é o filme. É uma obra que nasce do filme, mas que é pensada para a TV. Desde a filmagem sabíamos que teríamos esse compromisso com a série. Há uma quantidade enorme de cenas que não estão no filme. Algumas, inclusive, são das melhores que filmamos, mas que não cabiam na linha narrativa que a montagem foi pedindo. Algumas cenas lindas da relação entre Clara e Marighella, por exemplo, só serão vistas agora na série. Estou louco para Adriana Esteves ver. Tem uma cena da Bella Camero e do Guilherme Ferraz dançando em cima de uma mesa que é uma das minhas favoritas. Quem gostou do filme vai curtir muito ver a série”, comenta Moura. 

Eleito o melhor filme no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, “Marighella” levou oito troféus Grande Otelo, inclusive o de melhor ator para Seu Jorge, que interpreta o protagonista. No elenco, estão também Adriana Esteves, Bruno Gagliasso, Humberto Carrão, Luis Carlos Vasconcellos e Bella Camero. O roteiro é de Felipe Braga e Wagner Moura e a produção da 02 Filmes.

Escrita por Otavio Pinheiro