Connect with us

#PRIDE 🏳️‍🌈

Netflix e GLAAD divulgam pesquisa sobre como as produções influenciam a comunidade LGBTQ+

Publicado

em

RUPAUL ALL STARS FOTO

A Netflix e GLAAD no Brasil realizaram uma pesquisa acerca do entretenimento LGBTQ+ e constatou que alguns dos programas da plataforma estão ajudando a criar empatia entre os espectadores. Cerca de 80% dos brasileiros, que não fazem parte da comunidade, disseram que séries como “Elite” e “Sex Education”, assim como os personagens Casey de “Atypical” e Robin de “Stranger Things”, os ajudaram a melhorar o relacionamento com pessoas LGBTQ+.

+ 6 séries para refletir sobre racismo e outras questões sociais

“Dada toda a polarização do mundo hoje, a representação nas telas importa mais do que nunca. A Netflix e os criadores de todo o mundo têm a oportunidade de aumentar a aceitação da comunidade LGBTQ+ por meio do entretenimento”, disse Monica Trasandes, diretora de mídia latinx e representação em língua espanhola da GLAAD. “Séries como Sex Education e Elite não são apenas grandes histórias, elas permitem que mais pessoas vejam suas vidas na tela – aumentando a empatia e a compreensão. Os dados comprovam: mais representatividade acelera a aceitação”, completou.

O levantamento mostrou que as produções têm refletido melhor a comunidade LGBTQ+ atualmente do que há uns dois anos, mas que ainda existem áreas importantes que precisam ser repensadas e aprimoradas ao contar histórias queer, incluindo narrativas com pais e famílias LGBTQ+, maior diversidade racial e situações que abordem a imagem corporal e os relacionamentos LGBTQ+ com familiares e amigos.

A diversidade é muito importante, uma vez que 85% da comunidade LGBTQ+ revelou que as produções ajudaram as famílias a entendê-los melhor. A pesquisa também reuniu a lista de títulos e personagens em que o público LGBTQ+ mais se sentiu representado e que também ganharam rapidamente o gosto do público que é de fora do movimento. Confira abaixo:

Casey Gardner – Atypical
Eric Effiong – Sex Education
Lito Rodriguez – Sense8
Omar Shanaa – Elite
Piper Chapman – Orange is the New Black
Robin Buckley – Stranger Things
RuPaul – RuPaul’s Drag Race
Theo Putnam – O Mundo Sombrio de Sabrina

Pensando no Mês do Orgulho LGBTQ+ e na pesquisa, a Netflix criou na plataforma coleções especiais que reúnem uma infinidade de produções com diretores, personagens ou história LGBTQ+, como “RuPaul’s Drag Race”, “Sex Education”, “Sense8”, “One Day At A Time” e muitas outras. Coleções em destaque ou clique aqui para conferir todas:

Clássicos cult e camp
Séries LGBTQ+ aclamadas pela crítica
Adoro uma diva
Cultura drag
Indicados ao prêmio GLAAD
Diretores LGBTQ+
LGBTQ+ para famílias
Jovens adultos e queer

Trending