Connect with us

Filmes

Warner Bros. já estuda alternativas para lançamento de “Mulher Maravilha 1984”

Publicado

em

Mulher Maravilha 1984

Segundo o TheWrap, a Warner Bros. estaria estudando saídas alternativas para o lançamento de “Mulher Maravilha 1984“. Por conta do Coronavirus, varias estreias das próximas semanas foram adiadas, lançamentos em VoD adiantados e filmes disponibilizados já diretamente para o consumidor final.

Pensando pelo lado da pandemia, o longa estrelado por Gal Gadot, previsto até agora para o dia 4 de junho, talvez necessite ser adiado caso a situação ainda esteja fora de controle. Por outro lado, com vários filmes sendo adiados pelo mesmo problema, a Warner teme não conseguir uma boa data para o lançamento por conta da alta demanda.

Então, duas fontes afirmaram ao jornal que a Warner estaria estudando disponibilizar MM84 diretamente via digital, sem passar pelos cinemas. Porém, o estúdio se manifestou e confirmou à IndieWire que o filme do universo da DC chegará aos cinemas como planejado, apenas deixando incerto o possível adiamento por conta da Covid-19.

O presidente de distribuição doméstica da Warner, Jeff Goldstein, também revelou ao TheWrap que não houve nenhuma discussão sobre levar o filme direto para o streaming. “Queremos lançar o filme nos cinemas, esse é o nosso plano“, disse ele. 

O produtor do filme, Charles Roven, também descartou a ideia. “É ridículo se você considerar o tamanho do filme“, ​​disse ele em entrevista. “Todo mundo reconhece que, por mais interessante que seja o streaming, se você quer uma bilheteria mundial enorme e global, precisa lançá-lo em uma sala de cinema“.

Ainda segundo uma fonte, a diretora Patty Jenkins não participou de nenhuma discussão com o estúdio sobre tal assunto. Porém, outra fonte afirma que Roven e Jenkins já discutiram sobre o possível adiamento e gostariam de ver o filme chegando aos cinemas em agosto.

A Universal Pictures, por exemplo, disponibilizou ontem (20) os filmes “A Caçada“, “O Homem Invisível” e “Emma” antecipadamente no canal de video on demand nos EUA. “Aves de Rapina“, da Warner, seguiu o mesmo passo, encerrando a exibição nos cinemas e antecipando seu lançamento digital para o dia 24 de março.

Por outro lado, estúdios como a Disney estão tomando medidas mais conservadoras, adiando as datas de lançamento. Foram os casos de “Mulan” e “Viúva Negra“, por exemplo, que estreariam nos cinemas nos dias 26 de março e 30 de abril e agora aguardam o andamento da situação para agendar uma nova data.

Mulher Maravilha“, lançado em 2017, arrecadou 822 milhões de dólares com um orçamento de US$149 milhões. O longa foi o filme de maior bilheteria por uma diretora solo, além de ser o 10º filme de maior bilheteria naquele ano.

Com tanta incerteza envolvida, só nos resta aguardar para sabermos como ficará a situação da pandemia do Coronavirus e como isso afetará esse filme tão aguardado por tantos amantes da cultura pop.

Trending