in

Amora Mautner fala sobre principais referências na direção de “Elas Por Elas”

Foto: João Cotta/Divulgação/TV Globo

Nesta quinta-feira (14), aconteceu no Rio de Janeiro a festa de lançamento de “Elas Por Elas”, a nova novela das 18h da TV Globo. A Poltrona Vip esteve presente no evento e conversou com Amora Mautner, diretora artística do folhetim. Segundo ela, a obra busca capturar a essência da dramédia (gênero que combina elementos de drama e comédia), inspirando-se em cineastas renomados como Frank Capra, Woody Allen, Thomas Vinterberg e Pedro Almodóvar

“Eu estudei muito as dramédias. Primeiro, as clássicas americanas como ‘O Casamento do Meu Melhor Amigo’ e ‘Quatro Casamentos e Um Funeral’. Passei um ano vendo isso e aí eu fui também estudar um pouco mais a ideia da mise-en-scène (expressão francesa utilizada para designar todos os elementos – interpretação dos atores, o cenário, o figurino, a iluminação, a sonoplastia – que compõem a encenação)”, explicou Mautner.

“Eu acho que essa novela traz a possibilidade da gente ter muito disso. Considero que um dos desafios que a gente tinha era fazer essas marcas… ou seja, ao invés de fazer a cena, fazer o personagem, utilizando um método que eu gosto muito de usar que é a contramarca. O que isso quer dizer? Quer dizer que a gente tá começando 10 segundos antes da cena com uma improvisação. Os personagens, por serem de dramédia, não são ordinários, são extraordinários. Eles fazem coisas engraçadas, têm marcas engraçadas e aí começamos nesse esquenta de improvisação antes da cena entrar”, detalhou ela.

A fluidez dos personagens e liberdade para improvisação são características utilizadas por outros diretores mundo afora. Questionada sobre suas principais referências para a composição da novela que é um remake da obra de Cassiano Gabus Mendes, exibida em 1982, a vencedora do Emmy respondeu: “Eu gosto muito do Frank Capra porque ele tem muito esse tipo de mise-en-scène. Woody Allen também, que usa muito essa contramarca. Estudei também, apesar de não ser comédia, o Vinterberg que é um diretor que eu adoro e é um dos maiores pra mim hoje em dia. Ele é muito bom dessa contramarca. ‘Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos’, do Almodóvar também é a nossa referência para muita coisa! Do tom, dessa ideia que eu to falando aqui… A gente tá tentando muito”.

Amora ainda destacou a importância da parceria do elenco com a direção. “A contramarca e a improvisação só acontece com atores fazendo junto. Não tem como um diretor fazer a improvisação pelos atores, então isso é um jogo. Eu só tô conseguindo ter o privilégio de estar passando por isso por causa desses atores divinos […] A gente fala muito assim: ‘onde está o elemento estranho na cena?’, vamos fazer o elemento estranho porque isso traz comédia. Outra diretriz é: ‘cadê a falha trágica?’, porque a falha trágica de cada personagem também tira ele de um cotidiano, de uma ordinariedade, vai pra um extraordinário. Cada personagem tem alguma falha trágica e o nosso desafio da direção é estipular marcas que são estranhas, que trazem o elemento estranho, críveis porém extraordinárias”, relatou.

“A comédia vive muito menos do close do que do conjunto. Tá valendo a cor do cenário, o figurino que tá dando um tom a mais, a marca, a mesa, tá valendo tudo. Isso tudo são elementos fundamentais pra gente ter uma comédia que vai comunica. Cada uma dessas ferramentas está comunicando um tom. Quando a gente tá fazendo um tom, a gente pode usufruir de tudo isso, então a dramédia traz essa liberdade da gente brincar com todos os elementos além da própria cena”, concluiu a diretora artística.

“Elas Por Elas” estreia na TV Globo no dia 25 de setembro, substituindo “Amor Perfeito”. A novela conta com as atuações de Deborah Secco, Késia Estácio, Isabel Teixeira, Thalita Carauta, Mariana Santos, Karine Teles, Maria Clara Spinelli, Lázaro Ramos e outros grandes nomes da televisão.

https://www.youtube.com/watch?v=iOHBwy5yS84