in ,

Elza Soares, Lellezinha, Projota, Lobão e outros músicos na XIX Bienal do Livro Rio; confira!

Faltam menos de vinte dias para o maior evento literário do país! A Bienal do Livro Rio começa no próximo dia 30 de agosto e até o dia 8 de setembro vão passar pelo Riocentro grandes personalidades do Brasil, que se envolvem com a literatura de alguma forma, inclusive artistas do meio musical.

Pensando nisso trouxemos alguns destaques da programação para vocês, como Projota, Elza Soares, Martinho da Vila, Lellezinha e Lobão. Então, se você é ou leitor, ou apaixonado por música, ou os dois, vai adorar essas atrações que separamos nessa postagem. Confira:

01/09 – 15h | POESIA COMPRA SAPATO!

Esqueça a imagem do poeta tubérculo, largado da vida, maltrapilho. Coisas de um passado distante. Hoje poesia compra sapato. A poesia ganhou as redes sociais, está na lista de livros mais vendidos e através do rap ganhou os topos das paradas de sucesso. Nesta mesa vamos entender melhor esses novos caminhos poéticos.

Convidados: Projota, Yasmin Gomlevsky e Allan Dias Castro
Local: Arena #SemFiltro – Pavilhão Verde

01/09 – 17h | ESCREVER PARA EMPODERAR

Ler a si mesma, escrever para si mesma. Ler a outra, escrever para a outra. Música, verso, livro, definição de conceito, textinho ou textão. Como a escrita empodera e move as estruturas externas e internas da mulher que escreve e da mulher que lê.

Convidados: Lellezinha, Jarid Arraes, Joice Berth e Anelis Assumpção
Local: Arena #SemFiltro – Pavilhão Verde

03/09 – 17h | MÚSICA – A HISTÓRIA QUE A GENTE CANTA

Em matéria de cultura nada nos mobiliza mais do que a nossa música popular. Nossas músicas contam histórias de nós todos como nação e também fazem a trilha sonora da vida de cada um de nós. Nesta mesa vamos tratar de diversos aspectos literários da nossa música. Da história de nação que ela ajuda a contar, chegando aos songbooks (partituras) que foram a primeira forma de registro musical.

Convidados: Lobão, Patricia Palumbo, Rogerio Flausino e Marcio Buzelin
Local: Arena #SemFiltro – Pavilhão Verde

04/09 – 19h | MUITO ALÉM DA MÚSICA

Política, racismo, feminismo, violência e literatura são alguns dos temas que estarão presentes no encontro desses dois gigantes da música brasileira. A mediação é do jornalista Zeca Camargo, biógrafo de Elza Soares.

Convidados: Martinho da Vila e Elza Soares
Local: Café Literário – Pavilhão Azul

08/09 – 17h | LETRA & MÚSICA

Das canções às crônicas, a arte de escrever música e sobre música é o mote desta conversa mediada pelo jornalista Silvio Essinger.

Convidados: Arthur Dapieve, Lorena Calábria e Leoni
Local: Café Literário – Pavilhão Azul

08/09 – 19h | LITERATURA TRANS

Sendo o Brasil o país onde mais se mata a comunidade LGBT, e, dentro da sigla, a comunidade trans sendo a mais marginalizada e atacada, o desejo com esta mesa é dar espaço a um grupo de pessoas cada vez mais empoderadas de suas histórias e narrativas.

+ Bienal do Livro | Pautas LGBTQIA+ são compromisso do evento deste ano

Nos últimos anos, tivemos um aumento considerável de literatura escrita por pessoas transgêneras, a maioria não ficção, onde os autores e autoras compartilharam suas trajetórias e vivências como pessoas trans. Nosso intuito é trocar com os frequentadores da Bienal essas histórias. Através delas, trocarmos conhecimento em respeito à diversidade.

Convidados: Mulher Pepita, Luiza Marilac, Nana Queiroz, Natalia Travassos, Tarso Brant e Amara Moira
Local: Arena #SemFiltro – Pavilhão Verde


SERVIÇO – XIX BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO RIO

Datas: 30 de agosto a 08 de setembro
Horários: Segunda à Quinta: 09h às 21h; Sexta-feira: 09h às 22h; Finais de Semana: 10h às 22h
Local: Riocentro (Av. Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro)
Ingressos: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia)
Vendas: https://www.bienaldolivro.com.br/
Ponto de vendas: Solar de Botafogo (Rua General Polidoro, 180, em Botafogo) – de terça a domingo, das 15h às 19h30.

Vitão, Melim, Maneva e Ana Clara homenageiam Zeca Pagodinho com o EP “Zeca 6.0”

Maisa Silva, Fernanda Gentil e Thalita Rebouças conversam sobre “Ela Disse, Ele Disse” na Bienal do Livro Rio