Connect with us

CCXP

Jessica Chastain, Penélope Cruz e Bingbing Fan revelam detalhes do filme de espionagem “As Agentes 355” na CCXP Worlds

Publicado

em

Jessica Chastain, Penélope Cruz e Bingbing Fan participaram de um painel especial na CCXP Worlds no último sábado (05) para falar mais do filme de espionagem “As Agentes 355”. As atrizes falaram mais das personagens, bastidores do longa e deram detalhes da produção que estreia em 2022.

“Eu interpreto Mace e sou uma agente da CIA que se depara com uma ameaça, e preciso reunir uma equipe internacional com as melhores agentes do mundo todo”, contou Jessica. A atriz, que além de atuar também assina a produção do longa, revelou que a função fez com que ela sentisse que tinha a responsabilidade de garantir que todos estivessem acolhidos e reconhecidos no projeto.

Jessica ainda contou que treinou para fazer algumas das sequências de ação e relatou as dificuldades. “Tem uma grande cena de luta com a Diane [Kruger], ela basicamente acaba comigo o tempo todo, e fiquei cheia de roxos depois de filmar”, revelou. “Uma das principais razões porque eu queria fazer esse filme era que eu queria pelo menos tentar fazer minhas cenas de ação, para depois ser salva no último minuto pelas especialistas”, revelou.

A chinesa BingBing Fan interpreta Li Mi Sheng, uma mulher misteriosa que acompanha cada passo do time. A atriz contou durante o painel que esta é a primeira vez que interpreta uma agente e revelou que a personagem sabe lutar kung fu, o que garante inúmeras cenas de luta.

Enquanto Jessica fez diversas cenas de ação, a personagem de Penélope não exigiu que ela se arriscasse tanto, já que vive Graciela, uma psicóloga colombiana que está voltando para casa quando é pega no meio da ação. “Eu amo essa personagem porque é realmente um peixe fora d’água nesse gênero de filmes. Na maioria das vezes, todos os personagens sabem fazer tudo, e eu queria ver alguém que não pertencia totalmente a esse mundo, que podia às vezes se sentir muito desconfortável e com medo de estar ali”, contou.

Cruz ainda aproveitou a oportunidade para arriscar um português e demonstrar amor ao Brasil. “Eu quero aprender português porque amo o Brasil, amo os brasileiros, amo Fernando de Noronha. Meus filhos falam português, mas eu não”, disse.

Mesmo com um time de mulheres poderosas em “As Agentes 355” , que ainda conta com Diane Kruger e Lupita Nyong’o, Jessica não rotula o filme como uma produção feminista, mas acredita que fazer o longa é uma oportunidade de celebrar as agentes secretas da vida real, além de celebrar todas as mulheres.

“Para mim, o que é mais interessante no nosso trabalho é contar histórias que mostram versões excepcionais de quem somos em termos de sociedade, gênero ou raça. E acho que é tão importante para uma menina de 13 anos assistir quanto para um menino de 13 anos. As mulheres são incríveis, poderosas, inteligentes, têm empatia e são excepcionais no trabalho que fazem”, afirmou.

E aí, gostou desta notícia? Acompanhe outros conteúdos exclusivos no TwitterFacebook e Instagram! Além disso, siga também no Google Notícias para não perder nada!  

Para informar qualquer erro ou falar com a gente por outro motivo, mande email para [email protected]. Agora, se quiser fazer parte da nossa equipe de colaboradores, clique aqui.

Trending