in

Morre Olivia Newton-John aos 73 anos

Foto: Redes Sociais/Divulgação

Olivia Newton-John morreu nesta segunda-feira (08) aos 73 anos, na Califórnia, nos Estados Unidos. A notícia foi divulgada por meio de texto escrito pelo marido, John Easterling, e publicado nos perfis oficiais da artista nas redes sociais.

A causa da morte de Olivia não foi revelada pela família, mas a atriz tratava um câncer de mama há mais de 30 anos. “Depois de uma jornada de câncer de 30 anos, ela perdeu a batalha contra o câncer de mama metástico”, disse uma fonte próxima ao TMZ. A estrela da música e do cinema foi diagnosticada com câncer de mama em 1992, mas entrou em remissão, em 2013, retornando em 2017.

Ainda de acordo com a postagem, Newton-John faleceu tranquilamente no rancho em que morava ao lado de amigos e familiares. Confira o texto na íntegra:

“Olivia Newton-John (73) faleceu pacificamente em seu rancho no sul da Califórnia esta manhã, cercada por familiares e amigos. Pedimos a todos que respeitem a privacidade da família durante este momento tão difícil.

Olivia tem sido um símbolo de triunfos e esperança por mais de 30 anos compartilhando sua jornada com o câncer de mama. Sua inspiração de cura e experiência pioneira com plantas medicinais continua com o Olivia Newton-John Foundation Fund, dedicado à pesquisa de plantas medicinais e câncer. Em vez de flores, a família pede que qualquer doação seja feita em sua memória para o Olivia Newton-John Foundation Fund (ONJFoundationFund.org).

Olivia deixa seu marido John Easterling; filha Chloe Lattanzi; irmã Sarah Newton-John; irmão Toby Newton-John; sobrinhas e sobrinhos Tottie, Fiona e Brett Goldsmith; Emerson, Charlie, Zac, Jeremy, Randall e Pierz Newton-John; Jude Newton-Stock, Layla Lee; Kira e Tasha Edelstein; e Brin e Valerie Hall.”

Famosa com as músicas “Physical”, “If Not For You, Let me Be There” e “Have You Been Mellow”, Olivia ganhou reconhecimento e o marcou uma geração ao protagonizar o filme “Grease” (1978), interpretando Sandy ao lado de John Travolta. Outro filme que marcou época foi “Xanadu” (1980). 

Escrita por Otavio Pinheiro