Connect with us

Crítica de Filmes

“O Esquadrão Suicida” promove uma ótima experiência recheada de humor e personagens incríveis | Crítica

Publicado

em

O tão aguardado “O Esquadrão Suicida” estreou nos cinemas na última quinta-feira, 5 de agosto, e deu aos fãs da DC Comics ainda mais do que eles poderiam esperar. Completamente diferente da edição de 2016, o longa esbanja cenas de ação, muita violência, efeitos especiais incríveis e muita loucura. Bom, essa última parte é com a Harley Quinn.

Na trama, o governo envia os supervilões mais perigosos do mundo para a remota ilha de Corto Maltese, repleta de inimigos. Com armas de alta tecnologia, esse time viaja pela selva perigosa em uma missão de busca e destruição com o Coronel Rick Flag. Juntos, os personagens terão que encarar uma grande ameaça, além de lidar com as diferenças dos parceiros de missão. 

“O Esquadrão Suicida” não te prepara. Logo nas cenas iniciais, os supervilões são recrutados e enviados para a ilha, onde muitas coisas dão errado. A sequência é extremamente violenta, divertida e até mesmo bonita de se ver, chegando a ser melhor do que tudo proporcionado na edição de 2016. É um pouco desesperador e decepcionante? Sim, mas tudo fica melhor depois.

Repleto de personagens icônicos, carismáticos e muito divertidos, a produção soube valorizá-los em muitos momentos. Até mesmo os que aparecem em menos cenas ganham uma chance de brilhar. No entanto, um dos maiores destaques da produção é de longe a Harley Quinn, interpretada com maestria por Margot Robbie. Aqui, a atriz conseguiu dar uma dose de loucura e humor a mais que nos dois filmes anteriores (“Esquadrão Suicida”, de 2016, e o “Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa”, de 2020) e mostrou o porquê de ser a favorita do público.

Para reforçar ainda mais esse favoritismo de Harley Quinn, a personagem ganhou uma pequena história dentro daquele enredo e protagonizou uma cena de ação só dela, com direito a look, muito sangue, pétalas de flores e passarinhos. Sim, passarinhos! Todos sabemos que a Quinn tem uma perspectiva diferente da realidade e isso aqui tá lindo de ver. A cena é impecável e super Girl Power.

Harley Quinn em cena de “O Esquadrão Suicida”

“O Esquadrão Suicida” possui um ritmo bastante ágil e um roteiro inteligente com uma história que não se perde em nenhum momento. Ainda sobre o roteiro, todos os detalhes são muito bem explicados de forma leve e rápida, os personagens são muito bem trabalhados nas próprias especificidades e o texto é repleto de humor ácido, piadinhas bobas e comentários aleatórios dos personagens que super funcionam em cena. 

Com direção de James Gunn, o mesmo de “Guardiões da Galáxia”, o filme reforça ainda mais a linguagem que o diretor gosta de trabalhar nas produções. “O Esquadrão Suicida” é violento, repleto de cenas de ação de tirar o fôlego e muito – muito! – sangue, mas ainda assim consegue fazer o público dar boas gargalhadas em diversos momentos e ainda se emocionar em algumas cenas. 

Por fim e para não dar nenhum spoiler, valeu a pena esperar e criar expectativas quanto a “O Esquadrão Suicida”. O longa marca um novo capítulo para o Universo DC, que após diversos erros conseguiu fazer uma obra tão impecavelmente bem construída, sem medo de errar, literalmente ridícula em alguns diálogos e entregou ao público uma experiência muito prazerosa recheada de momentos divertidíssimos e personagens tão incríveis. Uma verdadeira obra de arte. Já estou ansioso para saber o que virá a seguir – e espero que seja bom!

Confira o trailer:

E aí, gostou desta notícia? Acompanhe outros conteúdos exclusivos no Twitter e Instagram! Além disso, a Poltrona Vip também está no Facebook. Curta nossa página para não perder nada!  

Para informar qualquer erro ou falar com a gente por outro motivo, mande email para [email protected]. Agora, se quiser fazer parte da nossa equipe de colaboradores, clique aqui.

Trending