“Once Upon a Time in Hollywood”: O que esperar de Leonardo DiCaprio e Brad Pitt no mesmo filme

Leonardo DiCaprio e Brad Pitt estão oficialmente confirmados para o nova longa de Tarantino. O filme começará a ser filmado em junho deste ano e chegará aos cinemas dos EUA em 9 de agosto de 2019, data escolhida em homenagem aos 50 anos de falecimento de Sharon Tate.

Brad Pitt, que já trabalhou com o diretor em “Bastardos Inglórios” (2009) como o Tenente Aldo Raine e tem sua atuação vangloriada pelos fãs até hoje, fará o papel do dublê Cliff Booth

Para fechar a dupla de protagonistas, Leonardo DiCaprio será o ator Rick Dalton. O ator já trabalhou com Tarantino em “Django Livre” (2012), e os fãs do ator esperam uma ótima performance pelo que ele entregou em “O Regresso” (2015), onde ganhou o Óscar de melhor ator

“Once Upon a Time in Hollywood” contará a história do ator Rick Dalton e seu dublê Cliff Booth que tentam ‘explodir’ em Hollywood, que se encontra em seu auge no final dos anos 60. Após uma longa espera pela sua ‘grande chance’ os dois recebem a ajuda de sua vizinha, Sharon Tate.

O filme abordará os assassinatos da seita dos seguidores de Charles Manson, também conhecidos como “A Família” através de Sharon Tate, esposa do cineasta Roman Polanski, que foi uma vítima real do grupo em 1969.

A noticia de lançamento do filme está sendo polemica não só por retratar a crueldade da seita Charles Manson, mas devido ao acidente de Uma Thurman durante as gravações de “Kill Bill:Vol.2” (2004). O vídeo que foi divulgado recentemente pela atriz em seu Instagram mostra ela sofrendo uma colisão de carro por conta de uma negligencia do diretor

i post this clip to memorialize it’s full exposure in the nyt by Maureen Dowd. the circumstances of this event were negligent to the point of criminality. i do not believe though with malicious intent. Quentin Tarantino, was deeply regretful and remains remorseful about this sorry event, and gave me the footage years later so i could expose it and let it see the light of day, regardless of it most likely being an event for which justice will never be possible. he also did so with full knowledge it could cause him personal harm, and i am proud of him for doing the right thing and for his courage. THE COVER UP after the fact is UNFORGIVABLE. for this i hold Lawrence Bender, E. Bennett Walsh, and the notorious Harvey Weinstein solely responsible. they lied, destroyed evidence, and continue to lie about the permanent harm they caused and then chose to suppress. the cover up did have malicious intent, and shame on these three for all eternity. CAA never sent anyone to Mexico. i hope they look after other clients more respectfully if they in fact want to do the job for which they take money with any decency.

A post shared by Uma Thurman (@ithurman) on