Connect with us

Famosos

Jessika Alves fala sobre carreira e personagens marcantes: “As pessoas amam muito as vilãs”

Publicado

em

JESSIKA ALVES 10 PERGUNTAS VILA OU MOCINHA

Uma das atrizes mais marcantes dos últimos anos, a Jessika Alves sempre esteve imersa em arte, mas foi com 15 anos que começou a estudar teatro e trilhar uma carreira cheia de personagens e contribuições marcantes. Jessika participou do nosso quadro 10 Perguntas e contou mais sobre carreira e planos para o futuro.

A grande estreia da artista aconteceu em “Malhação”, no ano de 2009. Jessika viveu a icônica Norma Jean, que ganhou o público e rendeu à atriz muita visibilidade. “Malhação foi o meu primeiro trabalho, né. Foi onde eu me lancei como atriz e eu tenho um carinho enorme por essa época eu acho que não poderia ter escolhido começar por um lugar melhor.”, disse a atriz.

Mais tarde, Jessika viveu Manuela na produção “Preamar”, para a HBO, e garante que a série fez com que amadurecesse ainda mais na carreira. A artista conta que na época não haviam tantas produções em formato de série e que esta era uma grande aposta.

“Naquela época de ‘Preamar’ quase não tinha série brasileira, né. Tava no comecinho, tinha uma ou duas vindo antes, mas não era assim esse auge que a gente tem agora, graças a Deus, de um mercado muito aquecido antigamente não era muito assim e eu lembro que preamar era uma grande aposta”, diz. “Ter contato com esse pessoal de cinema, com essa galera toda, com todos os diretores que eu fui dirigida em ‘Preamar’ me fez amadurecer muito assim foi um grande passo na minha carreira e foi um trabalho muito legal e que eu tenho muito orgulho de ter feito parte. Tenho saudades também!”, completa.

Depois da produção, a atriz participou de mais algumas novelas na Rede Globo até que foi contratada pela RecordTV e participou da segunda temporada de “Os Dez Mandamentos”, onde interpretou Noemi. Na emissora, Alves ainda viveu Maria de Betânia, em “Jesus” e estará na novela “Genesis”, que tem detalhes guardados a sete chaves.

“Nossa, a Maria de Betânia foi um personagem tão especial, tão mágico de se fazer. Essa produção foi muito boa, a novela inteira acho que tava todo mundo muito feliz de contar essa história. […] Foi uma delícia de fazer. Foi um personagem que me trouxe cenas lindas, que me emocionaram e que me emocionam até hoje.”, diz a atriz. Sobre a personagem Shakia, em “Gênesis”, a artista só conta que está ansiosa para que as pessoas conheçam a personagem.

Dona de personagens muito marcantes no currículo, Jessika conta que considera mais difícil viver uma mocinha que uma uma vilã, por conta da construção da personagem. “Eu sempre acho a mocinha mais difícil de fazer do que uma vilã. Primeiro, porque hoje em dias as pessoas amam muito as vilãs, né. Segundo, porque a vilã às vezes é gostosa de fazer porque é bom você soltar umas feras de vez em quando, né? E ai a gente faz isso no personagem, é mara.”, começa. “A mocinha vem com uma carga, né? Geralmente ela carrega muitos personagens nas costas também junto com ela para desenvolver aquela história e essa jornada do herói ela é difícil”, completa, mas garante que uma preferência.

Durante a pandemia, artista conta que tem aproveitado o tempo para estudar ainda mais, além de ter começado a ver as redes sociais com um olhar mais voltado para o entretenimento. “Tenho feito cursos, tanto de interpretação, pra me reciclar com professores que eu gosto, pra estudar mais sobre isso que nunca é demais e cursos como um hobbie, coisas que eu gosto de fazer, que eu gosto de ler, de estudar que me interesso. Sou uma pessoa muito curiosa! E no mais as redes sociais têm me surpreendido muito como um canal de entretenimento, como um canal de troca. Então eu to pelas redes sociais descobrindo esses novos meios.”, finaliza.

Trending