Connect with us

Crítica de Filmes

“L.O.C.A.” retrata relacionamentos tóxicos de mulheres reais com um ar empoderador | Crítica

Publicado

em

Mariana Ximenes, Debora Lamm e Roberta Rodrigues estrelam a nova comédia nacional “L.O.C.A. – Liga das Obsessivas Compulsivas por Amor”. Dirigido, escrito, produzido e protagonizado por mulheres, o filme traz uma história bastante engraçada e que acompanha os relacionamentos amorosos de três personagens cativantes e divertidas.

A trama acompanha a história de três mulheres diferentes, mas que desenvolvem uma amizade inesperada ao conhecerem suas histórias numa das reuniões da “L.O.C.A”, a Liga das Obsessivas Compulsivas por Amor. Manuela (Ximenes), Elena (Lamm) e Rebeca (Rodrigues) descobrem que têm algo em comum: viveram um relacionamento tóxico e resolvem se unir para superar e se vingar. 

Com direção de Claudia Jouvin, o filme conta com um roteiro bastante dinâmico e não tem medo de evidenciar os estereótipos de como as mulheres são vistas pela sociedade para, em seguida, fazer algumas críticas bastante construtivas e necessárias. Misoginia, empoderamento e relacionamentos tóxicos são apenas alguns dos temas abordados em “L.O.C.A.”, que possui um ritmo leve e acontecimentos rápidos. 

Ainda sobre as críticas e as questões sociais presentes no filme, todas foram incluídas de uma maneira tão didática e leve que não se nota que elas estão lá, o que se torna o ato de transmitir essas mensagens importantes ao público muito mais eficaz. 

Mariana Ximenes, Debora Lamm e Roberta Rodrigues protagonizam momentos bastante divertidos e é inegável a química das três em cena. As personagens das atrizes são mulheres comuns e com as próprias complexidades, mas ao mesmo tempo tão fáceis de se identificar que qualquer pessoa que assiste o longa pode lembrar de uma ou duas pessoas parecidas com Manuela, Elena e Rebeca. Além disso, a química das personagens também se estende aos respectivos pares, Fabio Assunção (Carlos), Luis Miranda (Edson) e Erico Brás (Jorge), que também dão um show.

Com fotografia assinada por Rodrigo Monte, o longa constrói os diferentes núcleos com características estéticas bem elaboradas e que dão destaque à personalidade das protagonistas. As cores são fortes aliadas em todo o processo de elaboração das personagens e consegue transmitir, por exemplo, o ar mais enérgico e ágil de Rebeca, o determinado e apaixonado de Manuela e até mesmo o “louco” de Elena, estando presente nas vestimentas, maquiagem e cenários. É interessante notar como as cores foram utilizadas estrategicamente para contar melhor essa história.

Com distribuição da Imagem Filmes“L.O.C.A. – Liga das Obsessivas Compulsivas por Amor” é uma produção da Conspiração em coprodução com a Globo Filmes e é mais um acerto do cinema nacional em criar uma atmosfera nova para contar uma história de mulheres fortes, determinadas e apaixonadas, mas também de fazer uma comédia inteligente e bastante atrativa. O longa conta com atuações impecáveis, cenas muito bem trabalhadas e um ar de cinema internacional, mas do jeito que só o brasileiro sabe fazer.

E aí, gostou desta notícia? Acompanhe outros conteúdos exclusivos no Twitter e Instagram! Além disso, a Poltrona Vip também está no Facebook. Curta nossa página para não perder nada!  

Para informar qualquer erro ou falar com a gente por outro motivo, mande email para [email protected]. Agora, se quiser fazer parte da nossa equipe de colaboradores, clique aqui.

Trending