in

Trabalhando bem a tensão e o suspense, “Atentado ao Hotel Taj Mahal” chega aos cinemas | Crítica

O longa traz uma história baseada nos fatos ocorridos na Índia em 2008, em que um grupo de terroristas chegou à cidade disposto a promover uma série de ataques a locais icônicos. Dentre estes locais, encontra-se o luxuoso hotel Taj Mahal, bastante conhecido pela quantidade de estrangeiros e artistas que nele se hospeda.

Com boas atuações de Dev Patel (Quem Quer Ser Um Milionário?) como Arjun e Armie Hammer (Me Chame Pelo Seu Nome) como David, o filme traz uma visão ampla e bem fiel da cultura indiana, deixando um pouco de lado todo um estereótipo anteriormente criado em outras produções cinematográficas. Além disto, o diretor estreante Anthony Maras consegue implementar uma narrativa que prende bastante o espectador através dos pontos de tensão muito bem utilizados nas cenas, que em certos momentos nos deixam aflitos simplesmente com o silêncio imposto, fazendo com que o filme possa ser considerado um thriller, já que nos arrebata como todo o seu suspense.

Uma vez que acompanhamos todo o contraste que existe no ambiente e também vemos a total falta de organização do serviço de segurança pública, pode se dizer que “Atentado ao Hotel Taj Mahal” funciona como uma crítica social e governamental o que fica bem nítido através de sua narrativa dividida em diferentes núcleos e diferentes pontos de vista que nos entregam versões alternativas da compreensão dos fatos.

Com faixa cantada por Iza e Ícaro Silva, Disney lança trilha sonora completa de “O Rei Leão”

Justin e Billie Eilish

Billie Eilish lança remix de ‘bad guy’ com Justin Bieber