Em resposta às acusações de assédio, Melanie Martinez lança a inédita “Piggyback”

De surpresa, Melanie Martinez lançou nesta sexta-feira (22) a música “Piggyback”, que foi disponibilizada em sua conta do Soundclound. A canção é a resposta de Melanie, pelo menos uma mais consistente, para a sua ex-melhor amiga Timothy Heller, que recentemente acusou a cantora de tê-la estuprado.

A ex-The Voice atualmente dedica seu tempo à produção do seu novo álbum de estúdio, sucessor do “Cry Baby”, lançado em 2015. Estima-se que o novo projeto seja lançado no próximo ano.

Entenda o caso…

No dia 4 de dezembro, Timothy Heller surpreendeu os fãs de Melanie Martinez e toda a mídia ao publicar em seu perfil no Twitter a carta aberta onde contava com detalhes a noite que Melanie teria a abusado. Confira a tradução:

“Ela perguntou para mim enquanto eu estava na cama se eu faria sexo com ela, e eu estava extremamente desconfortável sobre essa oferta, eu tentei rir. Eu tinha um namorado na época, e ela sabia disso. ‘Ele não precisa saber. Não é grande coisa’. Isso durou por horas, ela me perguntando por que eu não queria, que seria divertido. E eu repetia sempre não. Eu tinha que trabalhar de manhã, eu só queria dormir, eu estava exausta. Eu tentei dormir mas ela ficou implorando durante a noite inteira para que eu dormisse com ela. Pareceu estranho, mas ela era minha melhor amiga. Eu disse não, e eu achei que seguiríamos em frente. A próxima noite foi desconfortável do mesmo jeito. Sabendo da minha resposta na primeira noite, ela não tinha desistido. Eu estava exausta e ela me convenceu a fumar maconha, e novamente eu tive problemas em dizer não pra ela. Eu pensei que nós dormiríamos. A mesma conversa começou, ela continuou tentando me convencer que seria ok e eu iria me divertir e sentir bem. Eu dizia ‘meu namorado vai ficar tão chateado! eu realmente preciso dormir, eu tenho trabalho de manhã!’ Eu disse isso de varias formas que você pode pensar. Enquanto eu estava deitada rezando para cair no sono, ela começou a tocar no meu braço, e eu permiti que isso acontecesse, talvez ela desistiria, isso aconteceu por talvez uma hora, e eu fiquei muito desconfortável, eu comecei a rir e falar que isso fazia cocegas, em nenhuma maneira eu queria fazer disso uma situação sexual. ‘Eu posso fazer isso? Eu posso tocar no seu braço? Eu posso pegar nos seus seios? Ela continuou perguntando e tudo que eu queria era cair no sono, ela continuou falando sobre a aparência dos meus seios e implorava só para pegar neles, nós não tinhamos nada para fazer então eu tão exausta e confusa e drogada permiti que acontecesse. Isso deixou ela tocar todo o meu corpo, e eu nunca disse sim, eu disse não varias vezes. Mas ela usou seu poder sobre mim, e isso me quebrou. Então não é nenhuma confusão, eu fui abusada pela minha melhor amiga, eu fiquei parada em choque, completamente não reciproco. Eu odeio falar tão sério sobre isso, porque me deixa extremamente desconfortável. Ela fez sexo oral em mim e então eu fui penetrada por um objeto sem ser perguntada. Isso foi o que aconteceu, Eu sempre preciso me lembrar disso, EU DISSE NÃO. Por duas noites seguidas, e isso não importou durante a ação.” (confira o tweet)

No dia seguinte, as coisas ficaram um pouco piores e confusas quando Melanie resolveu falar sobre as declarações de Heller. Isso porque ao invés de esclarecer a história, a cantora preferiu não entrar muito no assunto e em determinado momento do texto revelou que a ex-melhor amiga nunca disse não. Pronto! Melanie conseguiu piorar a situação já que o que era pra esclarecer serviu como carta de confissão tendo em vista que acusados de abusos sexuais dizem que suas vítimas nunca negaram o ato.

“Estou chocada e triste com a história contada ontem à noite por Timonthy Heller. O que ela e eu compartilhamos era uma amizade muito próxima. Nós entramos na vida uma da outra em um momento em que ambas estávamos começando nossas carreiras como artistas, e tentávamos nos ajudar. A gente lidava com nossos próprios demônios e com os novos caminhos à nossa frente, e eu realmente senti que a gente se apoiava. Ela nunca disse não para o que escolhíamos fazer juntas. E apesar dos caminhos separados, estou enviando a ela amor e luz sempre”. (confira o tweet)

Desde que a história de Timothy foi publicada, a também cantora foi procurada por vários veículos de comunicação que pediam mais detalhes e provas que fundamentassem a sua história. Porém, como alguns dados divulgados por ela não batiam, os fãs da Melanie começaram a juntar os pontos e notaram algumas coisas meio confusas.  Confira o vídeo abaixo e entenda melhor:

Cinco dias depois da sua primeira – e polêmica – declaração, Melanie voltou a falar sobre o caso dizendo que não esperava que as pessoas acreditassem na sua versão da história, mas que agradecia aos fãs que se dispuseram a investigar em sua timeline, datas e fotos do Instagram a veracidade das provas divulgadas por Heller.

“Eu entendo o quão difícil pode ser ver meu lado da história, considerando que ninguém com coração queira invalidar alguém falando sobre esse assunto. Gostaria de agradecer aos meus fãs que tiraram um tempo para pesquisar na linha do tempo, analisar as fotos antigas do Instagram, e questionar a história que está sendo contada, que revela seu falso testemunho. Eu confiei em muitas pessoas na minha vida que tiraram vantagem dessa confiança para benefício próprio. Por favor, saibam que minhas intenções com tudo o que faço na minha vida são sempre puras, e eu nunca seria tão intima de uma pessoa sem o seu total consentimento”, disse. (confira o tweet)

Quase sem falar sobre o assunto, Melanie resolveu divulgar Piggyback em resposta ao ocorrido. E você? O que acha dessa história toda? Conte para a gente nos comentários!