in

“Tem Conserto” | Clarice Falcão aborda temas importantes com uma sonoridade diferente em projeto; vem escutar!

Foto: Pedro Pinho

Clarice Falcão lançou nesta quinta (13) o tão aguardado pelos fãs “Tem Conserto”, terceiro álbum da carreira. O novo projeto traz nove faixas que mostram a vulnerabilidade da artista, explorando algumas questões bem pessoais como ansiedade e depressão, distúrbios que a acompanham desde a adolescência, mas sem perder a identificação do público.

A artista já havia lançado as faixas “Minha Cabeça”, “Mal Pra Saúde” e “Esvaziou”, que acompanhadas de “Morrer Tanto” compõem a parte “fundo do poço” do projeto. “Horizontalmente” é a canção que dá início à um clima novo, mais agitado e eufórico de uma sequência de três faixas inspiradas pela house music, que são “Dia D”, “CDJ”. “Só + 6” encerra a fase de excessos e descreve a ansiedade constante da geração millenial. O álbum se encera com a faixa que dá nome ao projeto, “Tem Conserto”.

As faixas são compostas por Clarice e conta com produção assinada por Lucas de Paiva, que também já trabalhou com artistas como Alice Caymmi, Mahmundi e Silva. O novo disco nasceu de processo de descoberta mútua entre os dois, que exploraram diversas possibilidades musicais da produção eletrônica, batidas e sons sintéticos aos quais estavam acostumados e criar algo novo e que servissem de trilha para as histórias contadas no projeto.

Acompanhando o lançamento do álbum, Clarice já divulgou as primeiras datas da turnê “Em Conserto”, que passará por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A setlist irá contar com as músicas do novo álbum e grandes sucessos em nova roupagem, mais próxima da sonoridade eletrônica do novo trabalho. Para saber mais, clique aqui.

Escrita por Otavio Pinheiro

Apenas mais um jornalista apaixonado por cinema e papelarias.

Com muita dança e looks diferentes, Gloria Groove e IZA lançam clipe de “YoYo”; assista!

Lellê estreia em carreira solo com “Mexe a Raba”