Connect with us

Crítica de Filmes

“A Viúva das Sombras” traz história baseada em eventos reais e peca na falta de profundidade | Crítica

Publicado

em

A mais nova aposta de terror, o filme “A Viúva das Sombras”, chegou aos cinemas na última quinta-feira, 25 de fevereiro. Dirigido e roteirizado por Ivan Minin, a produção tem distribuição da Paris Filmes e traz uma história baseada em eventos reais.

O terror acompanha a história de um grupo de voluntários que entra em uma floresta em São Petersburgo, na Rússia, para resgatar um adolescente desaparecido. Naquele mesmo lugar, diversas pessoas sumiram nas últimas três décadas, e apenas alguns corpos foram encontrados, todos nus. A comunicação com a base fora da mata é interrompida misteriosamente. Sem sucesso na busca pelo jovem, eventos sobrenaturais acontecem e a equipe começa acreditar na lenda local que diz existir espíritos sombrios que levam as pessoas.

O filme começa com depoimentos da população local e segue para os voluntários, que começam a filmar o que acontece dentro da floresta. Com o decorrer do filme, o verdadeiro mistério vai se revelando, mas nada é de tirar o fôlego, dar susto ou fazer sentir o medo que se sente em obras de terror.

“A Viúva das Sombras” não conta com uma protagonista muito marcante, uma vez que a personagem título fica basicamente “escondida” no decorrer de todo o filme. O público só saberá quem ou o que ela é com o desenrolar dos acontecimentos, o que prende quem assiste ao filme para saber o desfecho – que pode ou não agradar. Acontece, né?!

Um grande e importante ponto do filme é que fica muito difícil conseguir comprar tudo o que está sendo retratado numa produção quando os personagens não te trazem nenhuma conexão. A história é definitivamente interessante, mas os personagens são indivíduos soltos, que não te causam sentimento algum. Nem mesmo ódio ou raiva.

“A Viúva das Sombras” possui bons aspectos boa, mas que já foram vistos em outras produções de uma forma bem mais convincente e melhor executada. A produção não se arrisca, reproduz o que já foi visto anteriormente em obras bastante famosas do gênero, como “A Bruxa de Blair”, mas não consegue causar sentimentos que filmes do gênero deveriam despertar – ainda mais por ser um filme baseado em histórias reais.

Para aqueles que curtem levar alguns sustos e que é fã dos filmes do gênero, este não é, definitivamente, um título que irá agradar. Faltou profundidade, faltou deixar o público apaixonado, o plot twist, aquele acontecimento que faz o público saltar da cadeira e comentar sobre a cena quando o filme acaba. No entanto, se busca um filme com uma história diferente, eventos sobrenaturais e apenas isso, este é um passatempo bastante razoável.

Trending